Destaques Geral Local Política

Seduc realiza revisão para o Enem PPL na Casa de Custódia

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com a Secretaria de Justiça (Sejus), realizou, neste sábado (4), mais uma revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade 2021 (Enem PPL). O reforço na preparação aconteceu na Casa de Custódia, em Teresina. A aplicação das provas será realizada nos dias 11 e 12 de janeiro de 2022.

Os reeducandos da Casa de Custódia José Ribamar Leite tiveram o reforço pedagógico com as aulas nas áreas Física, com o professor Caio Breno; Biologia, com Caio Frederico; Linguagens, com Georgia Soares; Química, com Carlos Feijão; Matemática, com Zé Osmar; História, com Keury Campelo; e Redação, com Francisco Rufino.

A Seduc já realizou oito revisões de preparação para os reeducandos em 2021, sendo cinco voltadas para o Enem PPL e duas para o PRO Encceja, com o objetivo de ampliar as oportunidades de educação para este público. Mais de mil detentos estão inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade 2021, um crescimento de 60,3% em relação ao ano anterior.

De acordo com a diretora da Unidade de Educação com Mediação Tecnológica (UEMTEC) da Seduc, Viviane Carvalhedo, ao longo de todo o calendário do Pré-Enem na Estrada, ação na qual professores e técnicos da Seduc percorrem o Piauí levando o reforço de aulas e apoio pedagógico e emocional, a secretaria leva, também, as revisões para as unidades prisionais espalhadas pelo estado.

“Nós visitamos as Gerências Regionais, de Corrente até Parnaíba, e aliamos o calendário para visitar as penitenciárias em todo o estado do Piauí para reforçar a aprendizagem dos reeducandos. Dessa forma, eles têm a oportunidade de fazer o Enem para remição de pena e, além disso, melhorar a sua escolaridade”, afirma a gestora.

A prova do Enem PPL possui um grau de dificuldade semelhante ao Enem regular. No Exame, a cada 450 pontos obtidos, o reeducando ganha o direito a 100 dias de remição de pena.

Jogo do Poder

Fonte: Ascom Seduc