Destaques Geral Local Política

Parceria entre Governo do Estado e Prefeitura garante investimento de R$ 6 milhões na mobilidade urbana de Teresina

Mais de 20 ruas e avenidas de Teresina receberão obras de recapeamento asfáltico, graças a um convênio inédito celebrado entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina. No total, serão investidos R$ 6 milhões em recursos estaduais para as obras que vão melhorar a mobilidade urbana da capital e o Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) ficará responsável por acompanhar e fiscalizar o andamento dos trabalhos, que serão executados pela Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb).

O projeto prevê aplicação de novas camadas de asfalto em 25 ruas e avenidas da capital que estão precisando de recapeamento. São três trechos na zona Sul; cinco na zona Leste; seis trechos na zona Norte e outros onze trechos na zona Sudeste da capital, totalizando 14 km de obras. Entre os bairros beneficiados, estão Piçarra, Monte Castelo, Ladeira do Uruguai, Mocambinho, Aeroporto, Novo Horizonte e Dirceu.

De acordo com o documento, serão investidos R$ 6.036.795,89 nas obras, sendo R$ 6 milhões em recursos do Governo do Estado, oriundos do PRO Piauí, e R$ 36.795,89 de contrapartida da Prefeitura de Teresina. Os trabalhos devem ser executados até maio de 2022.

“Serão três repasses de R$ 2 milhões para a Eturb executar os trabalhos, sendo que o primeiro já foi depositado, permitindo que as obras possam começar ainda neste mês de dezembro. São importantes ruas e avenidas que estão com asfalto danificado e precisando dos reparos, sendo que agora receberão uma nova camada de asfalto, contribuindo significativamente com a melhoria da malha urbana da nossa capital”, destacou o diretor-geral do Idepi, Leonardo Sobral, enfatizando que o órgão será responsável por fiscalizar e monitorar o andamento das obras.

O convênio foi assinado no último dia 26 de novembro. Ele é resultado de um encontro realizado em maio deste ano, entre o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, e o governador Wellington Dias, quando foram apresentadas demandas da capital à gestão estadual.

Jogo do Poder

Fonte: Redação CCom