Destaques Geral Local Política

PMT e Primeira Infância: Sistema otimiza trabalho prestado por secretarias

Nesta segunda-feira (20) ocorreu na sede da Prefeitura de Teresina a primeira reunião de integração entre as secretarias que irão compor a linha de frente na execução de políticas públicas voltadas para primeira infância.

Durante a reunião foram alinhados pontos referentes ao sistema técnico que será utilizado para identificação e registro de dados da Primeira Infância e vai possibilitar a integração entre a Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (Smpm), Secretaria Municipal de Educação (Semec) e Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Durante a reunião foi ressaltada a importância dessa integração entre as pastas e o sistema que será implementado vai fazer com que isso ocorra dentro das próprias secretarias como também com as outras em questão. O sistema utilizado consiste na integração de bancos de dados, facilitando o acesso da Prefeitura e fazendo com que seja dado o devido direcionamento através de serviços direcionados à crianças de até 6 anos que utilizem os serviços ofertados pela Prefeitura de Teresina.

A integração entre as pastas é uma das prioridades dentro da atual gestão. “É um trabalho continuo, a nossa intenção é fazer com que seja criada uma dinâmica de trabalho melhor dentro da gestão, onde todas as pastas trabalhem juntas de forma que atendam a criança assistida pelos nossos serviços de maneira plena. Esse sistema busca uma melhora de forma que a Prefeitura de Teresina tenha acesso mais rápido e dinâmico ao que vem sendo executado dentro de cada secretaria”, complementa Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento e Gestão.

O sistema ainda está em fase de implementação dentro da capital, mas já é utilizado por outros municípios como Caruaru (PE) e Sobral (CE), que compõe a rede Urban95. E busca uma melhoria na execução de políticas públicas da Prefeitura e o público da primeira infância e seus cuidadores, com previsão de que seja implementada uma amostra piloto ainda no primeiro semestre de 2022. Esse piloto será aplicado de forma estratégica em para que seja testada a otimização dos serviços e o aumento do fluxo de eficiência dentro de cada órgão.

“Após a implementação do projeto piloto a Prefeitura vai contar com a capacitação de técnicos que atuem dentro das secretarias para que se aperfeiçoem nesse novo sistema integrado, possibilitando que o processo de adaptação com o novo sistema flua de forma mais rápida para que atenda a população da 1º Infância da melhor forma possível e para Prefeitura represente otimização de custos na prestação desses serviços para nossas crianças”, conclui a Secretária Executiva.

Fonte: Semcom