Geral Nacionais Política

Pacheco suspende sessões do Senado após discurso de Bolsonaro com ataques ao STF

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), suspendeu as sessões deliberativas do plenário e das comissões na Casa previstas de hoje e amanhã, após os discursos da véspera do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com novos ataques ao Supremo Tribunal Federal e com ameaças de descumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

“A Presidência comunica às senadoras e aos senadores que estão canceladas as sessões deliberativas remotas e as reuniões de comissões previstas para os dias 8 e 9 de setembro”, informou o comando da Casa ainda ontem, feriado do Dia da Independência, quando Bolsonaro subiu o tom dos ataques ao STF em discursos a apoiadores em Brasília e São Paulo.

O STF terá sessão hoje, para retomar o julgamento sobre a tese do marco temporal para demarcação de terras indígenas, e o presidente da corte, Luiz Fux, vai se manifestar no início da sessão sobre os episódios da véspera, segundo a assessoria da Corte.

Em outras ocasiões diante de falas reiteradas de Bolsonaro contra o Supremo, especialmente contra Moraes e o ministro Luís Roberto Barroso, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Fux agiu da mesma forma.

Na terça, convocadas por Bolsonaro, milhares e pessoas foram às ruas de capitais do país em atos que tiveram como mote críticas ao STF. Em discursos aos manifestantes em Brasília e em São Paulo, Bolsonaro atacou ministros da corte e ameaçou descumprir decisões, dizendo que jamais será preso por “canalhas”.

Jogo do Poder

Fonte: Reuters