Geral Municipios Política

Gestores municipais de Caxias (MA) passam por treinamento no Programa Previne Brasil

A coordenação da Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Caxias, juntamente com os profissionais das demais Secretarias de Saúde da região, estão participando de um treinamento promovido pela Secretaria de Saúde do Estado, sobre o novo modelo de financiamento da Atenção Primária, o Programa Previne Brasil.

Até 2019, a Atenção Primária era financiada sem o sistema de metas, com a criação do Programa Previne Brasil, cada equipe de Saúde da Família dos municípios precisa seguir metas e sete indicadores que repercutem diretamente na cobertura da população assistida.

Morgane Gomes, técnica do Departamento de Atenção à Saúde da Mulher, da Superintendência de Atenção Básica da Secretaria de Estado da Saúde, falou sobre o treinamento das equipes. “Nós vamos ficar dois dias na região trabalhando o novo modelo de financiamento do Previne Brasil, onde a Secretaria de Saúde do Estado, por meio da Superintendência da Atenção Primária, vem fazendo esse apoio às regiões para fortalecer o novo modelo, onde estamos trabalhando cada indicador. Hoje nós estamos discutindo sete indicadores do Previne Brasil, qualificando e aperfeiçoando. O nosso grande intuito é apoiar as regiões e os municípios para que obtenham melhores resultados”, disse.

Para o coordenador da Atenção Primária e Vigilância em Saúde de Caxias, Rubenilson Luna, a qualificação das secretarias municipais de saúde na execução do Programa Previne Brasil, estimula as equipes a realizarem um trabalho com maior qualidade. “Esse programa tem alguns indicadores que as equipes da Atenção Primária têm que cumprir para o Ministério da Saúde, por exemplo: as gestantes têm que fazer consulta com dentista, pacientes hipertensos fazer a verificação da pressão arterial, diabéticos precisam realizar os exames de controle da doença, entre outros. Isso faz com que a Atenção Primária, que são as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) sejam proativas, ou seja, que eles consigam captar esses pacientes. Esse treinamento é para qualificar as Secretarias de Saúde na execução desse programa”, explicou.

Kayron Coelho, secretário Municipal de Saúde de São João dos Patos, destacou a importância do treinamento para a melhoria do serviço oferecido na Atenção Primária. “É uma forma das equipes se interessarem mais nas questões da Atenção Primária dos municípios, onde de fato tudo inicia. Com esses indicadores nós conseguiremos ter menos internações e intercorrências, um pré-natal bem feito e o acompanhamento do diabético e hipertenso. Nós entendemos que a ideia do Ministério da Saúde é melhorar a Atenção Básica, para isso se reverter em economia de internações ou complicações mais severas, dando mais qualidade de vida às pessoas”, disse.

“Nós vamos buscar melhorar a saúde na Atenção Básica para os nossos usuários, com isso os indicadores vão subir e o município vai atingir uma meta, com base nessa meta, vai melhorar o financiamento dentro da estratégia de Saúde da Família”, comentou Susana Cardoso, enfermeira.

Jogo do Poder

Fonte: PMC