Geral Local manchetes Política

Dr. Pessoa anuncia parte do secretariado e destaca reforma administrativa na Prefeitura de Teresina

Em primeira aparição pública depois do resultado do segundo turno das eleições de novembro, o prefeito eleito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), anunciou nesta quinta-feira (10) nomes que irão compor seu secretariado. O anúncio ocorreu em coletiva de imprensa no escritório de transição, no bairro São Cristóvão, zona Leste de Teresina.

Dr. Pessoa, ao lado do vice-prefeito eleito, Robert Rios m(PSB), anunciou seis nomes de secretários e confirmou que fará reforma administrativa. Ele garantiu ainda que nenhum estudante pagará transporte público.

Diálogo com o governo

Dr. Pessoa diz que a pretensão é discutir com o Governo do Estado sobre a gratuidade para os estudantes no transporte público. “Vou conversar com o governador. No poder municipal de Teresina nenhum jovem pagará transporte coletivo”, afirmou.

Sobre a extinção de órgão, o novo prefeito faz mistério. A possibilidade é que ocorram mudanças, nas SDUs, Saúde e Comunicação.

“Vou extinguir órgãos. São uns 32 órgãos. Acho que devem ficar 26. Sobre a Comunicação, vamos tratar com o secretário Lucas Pereira. Vamos encontrar a melhor performance possível”, disse.

O vice-prefeito Robert Rios justificou a escolha pelo anúncio das seis pastas.

“Esses seis nomes foram anunciados porque o município não pode parar. São órgãos vitais. A saúde, quem tiver um acidente não quer saber se o prefeito é Firmino ou Dr. Pessoa, quer saber que o HUT funciona. As finanças não podem parar. A educação não pode parar. A comunicação precisa se comunicar para apresentar resposta. O governo tem que fazer os decretos. A administração faz nomeações. São órgãos que não podem parar no dia 1º”, disse Robert Rios.

Robert também falou sobre a realização de auditorias. “Não vamos fazer com caráter de vingança. Mas onde houver algo estranho, vamos fazer auditoria. Vamos buscar respostas. Passamos o tempo ouvindo que na IPMT tinha R$ 1 bilhão e quando passa a transição, tinha R$ 500 milhões. Agora sabemos que lá tem R$ 300 milhões. É um órgão que caminha para a inanição. Vamos analisar os contratos. Por que o município não repõe as finanças do IPMT. Não precisa pressa. Temos que ter cautela”, disse.

Secretários falam de propostas

O jornalista Lucas Pereira afirma que tem como objetivo modernizar a comunicação municipal.

“Vamos conversar com a equipe de transição. Conhecer a pasta, conhecer o organograma, preparar para uma possível reforma administrativa, tudo em acordo com o prefeito. Nossa prioridade vai ser simplificar, modernizar, utilizar as redes sociais e deixar o prefeito mais perto do povo”, afirma.

O reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Nouga Cardoso, vai assumir a Secretaria de Educação. Ele destacou o trabalho no futuro governo.

“Vou pedir exoneração do cargo. O exercício do mandato acaba em janeiro de 2022. Dr. Pessoa tem dirigido sua política com olhar social. Isso permite uma emancipação dos teresinenses rumo à cidadania. A educação traz cidadania para as pessoas”, afirma.

Sobre a escolha do secretariado, Dr. Pessoa disse que os próximos nomes serão apresentados em breve. Ele falou dos critérios observados para a escolha.

“Observamos a folha corrida, a história, a lisura e vários itens para fazer a composição do governo que vamos comandar”, destacou.

A equipe de transição entrega o relatório final a Dr. Pessoa até o dia 20 de dezembro. Depois disso, ele deve entregar a lista final de secretários.

Veja nomes confirmados:

Secretário de Governo: Adolfo Nunes (ex-deputado estadual e engenheiro eletricista)

Secretário de Finanças: Robert Rios (vice-prefeito)

Presidente da Fundação Municipal de Saúde: Gilberto Albuquerque (médico e diretor do HGV)

Secretário de Educação: Nouga Cardoso (reitor da Uespi)

Secretário de Administração: Leonardo Silva (advogado)

Secretário de Comunicação: Lucas Pereira (jornalista)

Prováveis mudanças

Dr. Pessoa também discute a realização de uma reforma administrativa. Deverão ser adotadas medidas como mudanças na estrutura das SDUs (Superintendências de Desenvolvimento Urbano). Segundo aliados de Pessoa, o prefeito avalia que as SDUs se transformaram em miniprefeituras e não estão alcançando os resultados esperados.

Outra pasta que deve passar por transformação é a Secretaria de Comunicação. A proposta inicial do prefeito é transformá-la em Coordenadoria. O assunto será discutido com o jornalista Lucas Pereira, que aceitou convite para comandar a pasta.

A Secretaria de Saúde também passará por mudanças. Tem sido feito um estudo para desmembrar a estrutura da Fundação Municipal de Saúde em três pastas. A Fundação ficará responsável pela atenção básica. Será criada a Secretaria de Saúde e uma pasta para cuidar do setor hospitalar.

Todas as medidas ainda estão em fase de estudo pelo prefeito eleito e sua equipe. (Com informações CV / TV Assembleia)

Redação