Destaques Geral Local Política

Proposta de criação da Secretaria de Agricultura vai ao encontro dos anseios de produtores rurais de Teresina

No “pacotão” de reformas a ser enviado à Câmara Municipal, anunciado nesta quarta-feira (30) pelo prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), consta a criação da Secretaria Municipal de Agricultura e Produção. Essa foi uma das grandes propostas do atual prefeito durante campanha eleitoral realizada no ano passado, ao visitar famílias da zona rural do município. Ele dizia que não conseguia compreender uma cidade com dois rios, rico em água subterrânea e tendo que importar 95% dos produtos agrícolas que consome, além da precariedade de abastecimento de água na região. A criação da pasta vai ao encontro dos anseios dos trabalhadores e trabalhadoras do campo.

“Vamos ciar uma Secretaria de Agricultura no município de Teresina. Isso para trabalhar a produção. É uma vergonha Teresina produzir muito pouco. Vamos tornar Teresina um celeiro de produção”, afirmou Dr. Pessoa sobre a nova pasta. Vale ressaltar que a zona rural do município é uma região que concentra grande parte da população de baixa renda (assim como a periferia da área urbana da capital); é desprovida, na média, de infraestrutura e de serviços básicos; há grandes vazios urbanos; é formada por povoados; tem baixa oferta de matrículas escolares; inexiste a oferta de ensino superior; tem baixa concentração de renda (grande parte da população ganha até dois salários mínimos); tem pequena oferta de empregos nos setores secundário e terciário; o setor primário não tem expressividade no PIB. Mudar essa realidade está nos planos do atual prefeito da capital.

Levantamento feito por técnicos aponta que a infraestrutura da região conta com 700 km de estradas vicinais e poucas vias têm calçamento ou asfalto. Um dos problemas mais graves da região é a deficiência do sistema de água. A zona rural hoje conta com 170 sistemas de abastecimento de água, todos precários e onerosos. Há muita queda de energia e o acesso precisa ser ampliado, principalmente na zona Sudeste, que é considerada a mais deficitária.

De maneira geral, a zona rural de Teresina poderia contribuir muito para o abastecimento de alimentos da cidade, que hoje são praticamente todos importados de outras regiões do país.

Conforme proposta de Dr. Pessoa, a criação da Secretaria de Agricultura e Produção poderá viabilizar um plano de desenvolvimento rural que priorize estímulos à agricultura familiar e que contemple a capacitação dos produtores, a infraestrutura local, os equipamentos a serem utilizados no processo produtivo e a identificação de produtos locais de maior potencial de produção. A proposta visa também estimular a criação e o fortalecimento das cooperativas já existentes, além de ampliar o número de campos agrícolas e trabalhar a questão do acesso dos produtores ao crédito rural.

O “pacotão” de reforma anunciado por Dr. Pessoa tem algumas mudanças também nas áreas da Comunicação, Juventude e Guarda Municipal, conforme divulgado pela imprensa. O projeto deve ser enviado à Câmara de Vereadores na próxima semana.

Redação