Geral Municipios Política

Profissionais da comunicação participam de palestra sobre valorização da vida em Caxias (MA)

As ações da Campanha Setembro Amarelo, promovida pela Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Rede de Atenção Psicossocial, chegaram aos funcionários do Sistema Guanaré de Comunicação na última terça-feira (28). Durante a atividade, foram promovidas  palestras e diálogos sobre diversos temas, como a vida social, emocional, as relações pessoais, sociais e sobre como a saúde mental se reflete no momento atual. Além disso, também foi destacado a reflexão sobre desacelerar a rotina e pensar em si mesmo para melhor se relacionar com o mundo.

Para Marcela Ramos, diretora administrativa do Sistema Guanaré de Comunicação, levar essas informações é importante para ajudar a identificar os sinais dos transtornos mentais em si próprio e no outro. “Essas palestras ajudam as pessoas que estão passando ou não por um momento de tristeza. São muitas pressões que nós sofremos nesse meio jornalístico, temos uma vida corrida, não temos tempo para olhar para dentro de nós mesmos ou para alguém que está ao nosso lado passando por algum problema. Com essas palestras a gente acende o alerta e consegue identificar em nós ou em outra pessoa próxima alguns sinais de que ela pode estar sofrendo e com isso conseguimos ajudar”, disse.

Bruna Mello, editora do Portal Guanaré frisou a importância de dialogar sobre os temas abordados.  “Achei a palestra bastante esclarecedora e veio no momento certo, no momento de Pandemia, onde eu vejo que muitas pessoas estão ansiosas, precisando desse incentivo e eu acredito que tenha sido enriquecedora, não só para mim, mas para todos os funcionários”, comentou.

“Às vezes a gente trabalha tanto, se dedica tanto a outras coisas e acaba esquecendo da gente. Como é que vou poder conversar e ajudar alguém se eu não cuido nem de mim mesmo”, ressaltou Nonato Santos, radialista.

Para o palestrante, o psicólogo Luís Fernando, coordenador da Rede de Atenção Psicossocial do município, estar disposto a escutar o outro é um passo essencial para a ajuda mútua. Além disso, ele destaca que atualmente, estamos diante de um mundo com muitas informações, e não parar para saber o que é importante pode desencadear a Síndrome do Pensamento Acelerado, pois muitas informações não processadas podem resultar em adoecimento mental.

“Quero parabenizar o Sistema Guanaré por esse momento tão importante e benéfico. Quem trabalha com a imprensa tem toda uma pressão, não só de trabalho, como emocional, uma carga pesada. Às vezes a gente percebe que no meio tem aqueles que vão adoecendo, é sempre bom as informações para poder identificar como está nossa saúde mental e a do colega, em que momento eu posso escutá-lo e ajudá-lo. Até mesmo em relação a informação, quanto mais informações eu tenho sobre saúde mental, sobre a questão do próprio suicídio, eu posso estar levando essas informações, uma vez que eu sou multiplicador desse conhecimento”, finalizou o psicólogo.

Fonte: PMC