Geral Internacionais Política

Nova York começa a vacinar pessoas entre 16 e 29 anos contra a covid-19

O estado de Nova York, nos Estados Unidos, começa hoje a vacinar pessoas entre 16 e 29 anos, com comorbidades ou não, contra o novo coronavírus, garantindo a universalidade da imunização contra a covid-19 aos nova-iorquinos.

“A vacina é a arma que vencerá a guerra, mas somente se todos nós a tomarmos. E a partir de 6 de abril, todos os nova-iorquinos com 16 anos ou mais poderão ser vacinados”, disse ontem, em anúncio, o governador de Nova York, Andrew Cuomo.

Mesmo com a vacinação se universalizando, os nova-iorquinos estão sendo orientados a agendarem um horário para receber o imunizante contra a covid-19 por causa da escassez de doses. Jovens entre 16 e 17 anos também só poderão receber a vacina da Pfizer.

Amanhã, o governo do estadual programa o lançamento da campanha “Arregace a Manga”, que visa incentivar que as populações das regiões mais afetadas do estado se vacinem contra a covid-19.

Segundo dados compilados pelo jornal americano The New York Times, 34% da população de Nova York já recebeu ao menos uma dose da vacina contra a covid-19, e 21% dos nova-iorquinos já estão totalmente imunizados.
As porcentagens de Nova York estão acima da média dos Estados Unidos, que já vacinou 32% da população com ao menos uma dose e imunizou totalmente 19% da população.

Boa parte dos estados dos EUA já liberaram a universalidade da vacinação — ou seja: a liberação para que qualquer pessoa acima de 16 anos, com comorbidades ou não, se imunize contra a covid-19.

O estado da Califórnia já liberou a vacinação de pessoas acima de 16 anos em alguns condados, enquanto o Texas e a Pensilvânia já derrubaram todas as restrições etárias.

Todos os estados dos EUA preveem liberar a vacinação para qualquer pessoa acima de 16 anos até o dia 1º de maio, atendendo determinação do presidente Joe Biden. (Com Uol)

Redação