Destaques Geral Local Política

Dr. Pessoa assina ordem de serviço para a reconstrução da Escola 15 de Outubro

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou, na manhã desta quarta-feira, 15, a ordem de serviço para a reconstrução da Escola Ambiental 15 de Outubro, localizada na avenida Duque de Caxias, no bairro Primavera, zona Norte da capital. Ao todo, serão investidos na obra cerca de 30 milhões de reais. O evento contou com a participação de autoridades, alunos e imprensa.

De acordo com Dr. Pessoa, a instituição de ensino deverá atender os estudantes em todos os graus de ensino.
“É uma honra poder assinar esta ordem de serviço. Essa será a única escola da capital que atenderá os alunos em todas as etapas da vida estudantil, inclusive com o ensino superior. Além de disso, é compromisso nosso entregar e inaugurar esta escola com recorde de tempo, dentro de um ano, é isso que queremos. Outra coisa importante que quero destacar é que ela terá cota para os mais vulneráveis” comentou o prefeito.

Para o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, o projeto da nova unidade contará com recursos do Tesouro Municipal e prevê vagas para cerca de 980 alunos, do 1º ao 9º ano escolar, em um regime de ensino em tempo integral. Além disso, serão 13 salas de aulas climatizadas, corredores com passarelas adaptadas e uma quadra poliesportiva completa, em um espaço sustentável e completamente integrado com a natureza.

“A construção dessa grande escola atende uma demanda da população e moradores desta região que, atualmente, não por decisão dessa gestão, está sendo deslocada para escolas mais distantes para conseguir ter acesso ao ensino público. O prefeito se comprometeu com essa obra, trazendo bem-estar para as crianças e integrando a escola ao parque, outra coisa muito importante”, concluiu Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

A escola

Abandonada há mais de seis anos, a Escola Ambiental 15 de Outubro, localizada ao lado do Parque da Cidade, será completamente reconstruída pela nova gestão municipal. Dias antes, durante uma vistoria, Dr. Pessoa lamentou a situação em que se encontrava o prédio, completamente deteriorado e esquecido por antigos gestores.

Fonte: Semcom