Geral Local manchetes Política

Criminalidade: Dr. Pessoa afirma que Teresina precisa de plano de segurança à população

O pré-candidato a prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), afirmou que a situação dos bairros mais afastados da cidade é muito agravante quando se trata de necessidades básicas, a exemplo da segurança. E ele garante que, chegando ao Palácio da Cidade, vai colocar em prática ideias e planos que vão diminuir drasticamente a criminalidade na capital.

Em reunião nesta sexta-feira, 11, com moradores da Vila Nova Conquista, Parque Brasil II e Jacinta Andrade, zona Norte da capital, Dr. Pessoa ouviu atentamente os reclames dos moradores, que se queixam, principalmente, da falta de segurança, da criminalidade crescente e do pouco caso que a prefeitura demonstra sobre a situação, que consideram alarmante. Para Dr. Pessoa, não é somente o Estado que deve se preocupar com a segurança e o combate à criminalidade. O Município tem que atuar e fazer a sua parte como forma de garantir à população o seu direito de ir e vir.

Segundo a moradora do Parque Brasil II, Célia Vasconcelos, o índice de assaltos e roubos na região é muito alto. “Falta policiamento, falta um posto policial para onde possamos nos dirigir quando algo acontece, falta o mínimo de segurança. Já passaram atirando na porta da minha casa, então, vivemos com medo de sair e não voltar mais”, contou.

De acordo com o Dr. Pessoa, a sua equipe é composta por especialistas em segurança pública, a exemplo do ex-delegado-geral da Polícia Civil James Guerra, do coronel Nixon Frota (PRTB), que já foi comandante do 25% Batalhão de Caçadores, corporação do Exército Brasileiro, e do delegado federal Robert Rios (PSB), ex-superintendente da Polícia Federal no Piauí, que também integra a sua chapa como pré-candidato a vice-prefeito. Nesse campo da segurança pública, projeto está sendo traçado como plano de governo para Teresina na eventual gestão de Dr. Pessoa.

Na reunião com os moradores da zona Norte, Dr. Pessoa citou outros planos na área de segurança: “Precisamos aumentar a Guarda Municipal, que conta com um efetivo de 400 guardas, muito pouco. Queremos que cheguem a 1.000. Ampliar o sistema de videomonitoramento, integrando-o ao Centro de Operações de Inteligência, que também é muito importante e permitirá a emissão de alertas nas áreas de cobertura. Além disso, é necessário melhorar a iluminação nas ruas, avenidas, praças e parques”, afirmou o pré-candidato.

Redação