Geral Municipios Política

Caxias (MA) – Estudantes da Rede Municipal participam de ação alusiva ao Dia da Consciência Negra

Estudantes da Escola Marinalva Soares Guimarães, da Rede Municipal de Educação participaram de atividades alusiva ao Dia da Consciência Negra por meio do Farol do Saber, do Projeto Café Literário. Dentre as atividades desenvolvidas estiveram danças e palestras.

A proposta do evento promovido pela coordenação do Farol do Saber foi destacar o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. Uma das palestras foi ministrada por integrantes do grupo Crespos Cacheados. Uma roda de capoeira do grupo Guerreiros do Quilombo, também fez parte da programação.

O projeto lembrou as contribuições de Zumbi dos Palmares que incentivou seu povo a acreditar nas suas lutas pela valorização e libertação do seu povo contra um sistema escravocrata. Além desta ação, a escola também está realizando momentos de reflexão sobre a importância de se combater qualquer forma de preconceito.

“A iniciativa é uma reflexão e resgate da identidade negra, bem como para combater o racismo e a desigualdade social, as ações valorizam também a culinária afro. Além disso visamos fazer os alunos conhecerem os objetos de origem africana, a cultura e exemplificando como era o relacionamento entre todos. As palestra esclareceram outros temas, com a pretensão de oferecer aos alunos, a conscientização”, ressaltou Elza Coutinho, gestora escolar.

Integrantes da coordenação destacaram a importância do Dia da Consciência Negra. “O Farol do Saber, por meio do Projeto Café Literário, em parceria com Movimento Crespo e Cacheados, em alusão ao dia da Consciência Negra, teve apresentações e palestras, sobre o movimento negro em Caxias e sobre algumas ações que o movimento Crespos e Cacheados realiza na cidade, na escola e na comunidade. O nosso intuito aqui foi propagar as atividades do farol do saber”, frisa Marciane Brito.

“Dando continuidade ao Café Literário, aproveitamos esse momento, onde apresentamos o Projeto Consciência Negra, valorização da cultura negra, Voz Que Não Quer Calar, e tivemos aqui a participação da Escola Municipal Profª Marinalva Soares Guimarães, convidamos o grupo Crespos e Cacheados e o grupo do Guerreiro do Quilombo, que fizeram apresentação de dança de capoeira, que foi muito bonito”, lembrou Lyanna Costa, uma das coordenadoras do Farol do Saber.

Fonte: PMC