Geral Municipios Serviços

Governo investe R$ 3,5 milhões para melhorias no abastecimento de água de 13 municípios

Com o compromisso de proporcionar o acesso à água tratada a todos os piauienses, o Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Iaepi) inicia, nesta segunda-feira (30), a implantação de 43 sistemas simplificados de abastecimento de água em 12 municípios, além da ampliação da passagem molhada sobre o Rio Marçal que beneficiará a população de Alagoinha do Piauí, com um investimento que totaliza mais de R$ 3,5 milhões.

Serão beneficiadas mais de 3,500 famílias, ampliando a qualidade de vida e a capacidade produtiva, sobretudo, em comunidades rurais. “Assinadas as ordens de serviço, agora iremos fiscalizar a execução das obras e garantir que sejam concluídas dentro do prazo e do nível exigido para que as comunidades usufruam desse bem essencial. Nosso objetivo é a universalização do acesso à água e seguiremos trabalhando para esse fim”, explica o diretor-geral do Iaepi, Luiz Cláudio Macedo.

As obras contam com recursos do programa PRO Social, inserido no Pacto pela Retomada Organizada das Atividades Econômicas e Sociais, o PRO Piauí, que busca aliar a disponibilização de novas estruturas com a mobilização social para o uso consciente e eficaz dos recursos visando ampliar seus benefícios e durabilidade, e também do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) e de emenda parlamentar.

Confira abaixo as localidades beneficiadas:

Alagoinha do Piauí – 800 famílias beneficiadas

Será realizada a ampliação da passagem molhada sobre o Rio Marçal, na saída da sede do município em direção à zona rural.

Alegrete do Piauí – 850 famílias beneficiadas

Implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água nas localidades Alegrete Velho e Lagoa do Mato, na zona rural, e na Rua Manuel Sanches e nos conjuntos habitacionais Francisco Edilton Alencar e Manoel Delfino, na zona urbana do município.

Altos – 800 famílias beneficiadas

Instalação de sistemas simplificados de abastecimento nas comunidades rurais Água boa, Cocal, São Bento, São Joaquim, Boa Vista, Tamburil I, Tamburil II, Barreira, São Pedro, Maracá e Pau D’arco.

Campo Largo do Piauí – 120 famílias beneficiadas

Implantação de dois sistemas de abastecimento de água nas localidades Vila São Bernardo (Assentamento P.A. Kagados) e Vila São Francisco (Assentamento P.A. Árvores Verdes), na zona rural do município.

Floriano – 150 famílias beneficiadas

Implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água nas comunidades rurais Brejo/Tamburil, Canabrava, Cabaceiro e Assentamento Nova Vereda.

Jerumenha, Pio IX e São Francisco do Piauí – 160 famílias beneficiadas

Implantação de sistemas simplificados de abastecimento nas localidades Barra do Lance (Jerumenha), Acerto e São Pedro (São Francisco) e Vila Bastião (Pio IX).

José de Freitas – 52 famílias beneficiadas

Instalação de um sistema simplificado na localidade Lagoa do Aprazível na zona rural.

Matias Olímpio – 90 famílias beneficiadas

Implantação de um sistema simplificado na localidade Formosa, zona rural do município, a partir de emenda parlamentar do deputado Francisco Limma.

Paes Landim – 250 famílias beneficiadas

Instalação de sistemas de abastecimento de água nas localidades rurais Arapongas, Jardim, Milagre, Recreio, Refrigério, Minação/Jabuti II, Descanso, Santa Cruz, Baixão e Alto Alegre/Mosquito.

Simplício Mendes – 135 famílias beneficiadas

Implantação de sistemas de abastecimento de água nas comunidades Curupatí, Formiga e Sobradinho, zona rural do município.

Teresina – 183 famílias beneficiadas

Implantação de dois sistemas simplificados de abastecimento no Assentamento 08 de Março, setores I e II, na zona rural da capital.

Assentamento 8 de março

O diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Iaepi), Luiz Cláudio Macedo, assinou, nessa quinta-feira (26), a ordem de serviço para implantação de dois sistemas simplificados de abastecimento de água no Assentamento 8 de Março, na zona rural de Teresina. A empresa responsável pelas obras terá o prazo de 90 dias para conclusão, que possui um investimento orçado em R$324.642,48.

O empreendimento beneficiará as 183 famílias residentes na localidade, que passarão a contar com água tratada. “O acesso à água de qualidade proporciona um crescimento na qualidade de vida das pessoas, configurando-se num elemento fundamental para o direito à dignidade humana e à moradia. Esse projeto torna-se realidade graças ao compromisso do governador Wellington Dias e da vice-governadora Regina Sousa, bem como ao esforço do saudoso deputado Assis Carvalho, do deputado estadual Francisco Costa e do atual suplente de vereador de Teresina, João Pereira”, explica o diretor-geral do Iaepi.

Após um longo trabalho do Governo do Estado que iniciou em 2017, por meio do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), de levantamento georreferenciado e cadastramento das famílias ocupantes do assentamento, o governador Wellington Dias entregou os títulos de terra a 165 famílias do assentamento em solenidade especial realizada no dia 8 de março de 2020, outros moradores estão em processo de regularização.

Na ocasião, o governador destacou que “a maioria dos títulos está em nome de mulheres que nunca tiveram uma casa na vida e pela primeira vez poderão chamar um lugar de seu. Vamos cuidar agora do abastecimento de água, fazer a ligação do sistema com as casas. Aqui deixaram uma área reservada para o Programa Cinturão Verde de Teresina, onde irão produzir, por exemplo, feijão, macaxeira e mandioca, além de criar galinhas e porcos. Fico muito feliz por essa conquista que faz muita diferença na vida dessas pessoas”.

E com a ordem de serviço, inicia-se o processo de instrumentalização de sistemas de distribuição de água no assentamento para possibilitar melhores condições às famílias. “Umas das nossas prioridades é a resolução do problema da falta de água tratada na zona rural da capital, que hoje apresenta um quadro em que apenas cerca de 50% desta população rural tem acesso, assim, seguiremos atuando para oferecer melhorias a essas famílias”, destaca João Pereira.

Redação