Geral Local manchetes Política

“Eu me sinto como porta-voz do povo de Teresina”, afirma Dr. Pessoa sobre tempo de propaganda

O candidato a prefeito de Teresina pelo MDB, Dr. Pessoa, revelou, em entrevista a este portal Jogo do Poder, que o tempo destinado à sua coligação “Pra Cuidar da Nossa Gente” (MDB, PSB e PRTB) – 1 minuto e 19 segundos – na propaganda eleitoral do rádio e da televisão é suficiente para mandar a sua mensagem ao povo teresinense. “Claro que eu gostaria de ter um tempo maior, mas vamos aproveitar esse momento como porta-voz do povo, com propostas objetivas e qualitativas”, disse.

A propaganda teve início nesta sexta-feira, 9 de outubro. Para o candidato emedebista, tudo que se faz na vida, o fator tempo é importante e deve ser bem aproveitado, caso contrário, esse tempo perde o seu valor. “Portanto, eu estou tranquilo, para mandar a minha mensagem, que é a mensagem do povo de Teresina. Afinal, eu me sinto como porta-voz do povo da minha cidade”, assinalou.

Segundo ele, mesmo com o tempo de propaganda muito pequeno no rádio e na televisão, o povo de Teresina vai absorver bem as suas propostas, mesmo porque estão embasadas nos anseios e nas necessidades a ele relatadas em todas as comunidades por onde anda. “As nossas propostas são todas qualitativas, não tem nada de mirabolantes, ao contrário, são perfeitamente realizáveis. Vamos fazer aquilo que essa atual gestão vem prometendo ao longo de décadas, e vamos fazer muito mais, porque é isso o que povo quer, uma administração comprometida com os interesses da população”, acentuou o candidato do MDB.

De acordo com o Dr. Pessoa, depois que lançou seu plano de governo para Teresina, alguns candidatos estão copiando as suas propostas, citando como exemplo a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública. Destacou também a criação do Hospital da Mulher, que agora vem sendo prometido pelo candidato oficial da prefeitura, o tucano Kleber Montezuma.

Dr. Pessoa disse que o tempo de propaganda eleitoral exige do candidato objetividade e qualidade nas propostas. “Se você observar o nosso plano de governo, vai ver que somos objetivos nas propostas, e todas foram preparadas por especialistas nas mais diversas áreas, levando em consideração a realidade de Teresina, por isso, estou tranquilo e sei que vamos falar o que o povo quer que se faça pela a nossa cidade”, frisou.

A propaganda em blocos para prefeitos será veiculada de segunda a sábado. No rádio, os horários são das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os programas são exibidas das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Haverá também inserções ao longo da programação diariamente, inclusive aos domingos, das 5h às 24h, sendo 42 minutos diários para candidatos a prefeito e 28 minutos para os candidatos a vereador.

A distribuição do tempo entre os partidos em 2020 está prevista na Resolução número 23.610/2019. Do total, 10% são divididos igualmente entre os partidos e coligações; 90% divididos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados. No caso de coligação, leva-se em conta o resultado da soma do número de representantes dos seis maiores partidos.

Confira o tempo de cada coligação

A coligação “O povo faz acontece”, que tem como coligados PSDB, Progressistas, PDT, PSL, Podemos, Democratas, PV, PMB e Avante, terá o maior tempo de propaganda eleitoral – 3 minutos e 40 segundos. Em seguida, estão colocadas as coligações:

•Muito mais para Teresina (PC do B, PT, SOLIDARIEDADE): 01′ 31” 38
•A mudança com a força do povo: (PL, PTB, REPUBLICANOS): 01′ 26” 94
•Pra cuidar da nossa gente (MDB, PSB): 01′ 19” 18
•Partido Social Democrático (PSD): 00′ 44” 81
•PSOL: 00′ 17” 09
•Patriota: 00′ 15” 98
•Partido Social Cristão (PSC): 00′ 14” 87
•Partido Republicano da Ordem Social (PROS): 00′ 14” 87

Além do horário eleitoral gratuito, há ainda a reserva de 70 minutos diários, inclusive aos domingos, para a propaganda de candidatos em inserções de 30 e 60 segundos durante a grade programação, sendo 60% do tempo diário para os candidatos ao cargo de prefeito e 40% (28 minutos) para os candidatos ao cargo de vereador, conforme determinado pela legislação.

Redação