Geral Municipios Política

Caxias (MA) – Pacientes com síndromes gripais devem buscar inicialmente UBS para atendimento

A Secretaria Municipal de Saúde reuniu o Comitê da Saúde para discutir tanto sobre a covid-19, como também sobre o vírus H3n2, que pode ser o causador do surto de gripe que tem ocasionado uma grande demanda nas unidades de saúde. Representantes das unidades hospitalares, Vigilância Epidemiológica e Atenção Primária destacaram que o momento pede que todos colaborem. Para isso, a população deve redobrar os cuidados com o uso de máscara, manter o distanciamento social e fazer a higiene das mãos. Afinal, a gripe é transmitida através das vias aéreas, como por exemplo, de um espirro.

“Nós tivemos um aumento dos casos de covid-19 e de síndromes gripais. Essa situação reforça que devemos manter os cuidados, pois observamos que as pessoas deram uma relaxada no uso de máscara. A Vigilância Epidemiológica orienta que devemos continuar tomando todas as medidas preventivas, pois a pandemia não acabou. Vamos reforçar a vacinação, pois tem sido o nosso porto seguro”, disse Verônica Aragão, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

Outra informação importante é que para não sobrecarregar a Unidade de Pronto Atendimento de Caxias (UPA) ou o Complexo Hospitalar, a orientação é que as pessoas que estiverem com alguma síndrome gripal, procurem primeiro as Unidades Básicas de Saúde (UBS) mais próximas de suas residências, pois o paciente tende a estar mais protegido, uma vez que a maioria dos casos pode ser resolvido na própria unidade.

“Nós estamos passando para dizer que as pessoas procurem as Unidades Básicas de Saúde para receber os atendimentos, principalmente quem está com síndrome gripal. As UBS funcionam de segunda a sexta-feira, algumas no período noturno e finais de semana”, afirma Rubenilson Luna, coordenador da Atenção Primária.

“A pandemia ainda não acabou, pois além da covid-19, temos o H3N2, que provoca cefaleia, mialgia, fraqueza e dores musculares. Então, esses sintomas são caracterizados como síndromes gripais. No Complexo Hospitalar nós estamos recebendo pessoas que estão com síndrome respiratória aguda e grave”, disse Pierre Costa, médico do Complexo Hospitalar Gentil Filho.

“Queremos dividir com todos que o Maranhão possui 43 óbitos por H3n2. O período chuvoso também propicia essas síndromes gripais. Então, estamos pedindo para que a população procure antes da unidade hospitalar ou da UPA, a sua Unidade Básica de Saúde (UBS). Pedimos que tenhamos esta consciência, e que possamos manter as medidas restritivas para diminuir a propagação da doença”, diz Mônica Gomes, secretária municipal de saúde de Caxias (MA).

Fonte: PMC