Destaques Geral Política

Vice-governadora estimula produção no Quilombo do Mimbó por meio do PRO Piauí Social

A vice-governadora e coordenadora do PRO Piauí Social, Regina Sousa, esteve, no último sábado (30), no Quilombo do Mimbó, na cidade de Amarante, e entregou diversas iniciativas que têm como objetivo incentivar o desenvolvimento e a geração de renda na comunidade, por meio da produção de produtos têxteis e estímulo a vendas online. Também participaram da comitiva o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Zé Santana; o diretor-presidente da empresa Piauí Conectado, Emerson Silva e a artista plástica e designer Kalina Rameiro.

Regina Sousa explica que, em julho deste ano, convidou a empresária Claudia Claudino a conhecer a comunidade. A empreendedora teve contato com os produtos fabricados pelos moradores e doou retalhos de tecidos para a produção. “Recebemos a doação e me veio à cabeça chamar a artista plástica Kalina Rameiro, que tem uma marca própria. Ela topou o desafio e está traçando um projeto de economia criativa que trará renda e levará a marca Mimbó para além do Piauí”, relata a vice-governadora, acrescentando que, no sábado, foram apresentadas as linhas gerais da capacitação com técnicas a serem aplicadas na manufatura de peças e utensílios artesanais já produzidos no local.

“Conheci o Mimbó em 1994 e as pessoas daqui me diziam dos estudiosos que chegavam, faziam fotos, estudavam a comunidade e não davam retorno, não contribuíam com o desenvolvimento. De lá para cá, a gente tem trazido ajuda e, hoje, trouxemos pessoas que irão contribuir para a educação, formação profissional e geração de renda para que se tornem autossustentáveis e não fiquem esperando uma cesta básica. Eu quero emancipar o Mimbó”, declarou Regina Sousa, enfatizando a necessidade de a comunidade ser mais  economicamente autossuficiente.

“Estamos programando um projeto bem interessante. Todos nós, juntos, mulheres e homens da comunidade, vamos fomentar a renda dessas pessoas e estimular a criatividade. Demos o pontapé inicial. Espero que todos se entreguem e se empenhem no projeto para prosperarem”, explica Kalina Rameiro.

A Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos fez a doação de oito máquinas de costura, incluindo overloque, que serão usadas pelos alunos certificados no curso de costura ministrado pela Sasc. De acordo com o secretário José Santana, as ações do PRO Piaui Social levarão os produtos e o nome do Mimbó ao resto do mundo. “Temos que permitir que o resto do mundo tenha acesso ao que acontece nesta comunidade. Com o trabalho desenvolvido por todos nós, os moradores terão um reconhecimento mais amplo de seu trabalho com as qualificações que ocorrem aqui, como o curso de corte e costura e de cabeleireiro, realizados recentemente. Seguindo a determinação da nossa vice-governadora, vamos conseguir a emancipação do Quilombo do Mimbó”, afirmou.

Para viabilizar o acesso da população do Mimbó à internet e suas ferramentas tecnológicas, a empresa Piauí Conectado implantará na comunidade 67 pontos de internet em casas de estudantes, cinco pontos de acesso público grátis, um sistema de vendas online, além de doar 146 tabletes para alunos do local, beneficiando cerca de 600 pessoas.

Segundo o diretor-presidente da empresa Piauí Conectado, Emerson Silva, o objetivo é inserir a comunidade no cenário internacional. “Tenho certeza que, com o poder da coletividade, podemos fazer isso, através, não somente do artesanato, mas também da educação e do conhecimento, com a conectividade que estamos trazendo”, enfatizou.

 

 

 

Fonte: Ascom Vice-governadoria