Geral Municipios Política

Todos os municípios piauienses chegaram à etapa de vacinar adolescentes contra a Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, anunciou, nesta sexta-feira (5 ), que os 224 municípios piauienses estão vacinando contra a Covid-19 todos os grupos elegíveis pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), incluindo os adolescentes de 12 a 17 anos. Desde o início da campanha, em janeiro deste ano, o estado do Piauí já aplicou 3.975.855 doses de vacinas contra a Covid-19, de acordo com os dados do Sistema de Informação do PNI (SI-PNI).

“Sempre destacamos o quão fundamental foi a junção dos esforços do Governo do Estado, Sesapi e municípios para que a campanha de imunização contra a Covid-19 pudesse avançar e hoje estamos com todas as cidades do Piauí realizando a vacina nos grupos contemplados pelo PNI e também já acionamos a Anvisa para que as crianças de 5 a 11 anos possam constar na população vacinável ”, lembra o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Segundo os números do Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), que leva em conta a população geral do estado que é de 3.281.480, desse total 71,40% já recebeu, pelo menos, uma dose das vacinas e 48,31% encontra-se completamente imunizada, seja porque tomou as duas doses ou a dose única.

O Piauí também já está aplicando a dose de reforço na população acima de 60 anos, profissionais de saúde e imunossuprimidos. Dos inclusos nestes grupos, 43.141 pessoas já receberam sua dose complementar. “Para receber a dose de reforço, as pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde precisam ter o prazo de seis meses da segunda aplicação, já àqueles que sofrem com baixa imunidade devem tomar 28 dias após a segunda dose”, lembra o gestor.

Para a realização da campanha de vacinação contra a Covid-19, o estado do Piauí recebeu, até o momento, por parte do Ministério da Saúde, 5.005.945 doses de vacinas. Destas, repassou 4.934.910 aos municípios. O estado ainda adquiriu 200 mil doses do imunizante CoronaVac diretamente com o Instituto Butantan.

Jogo do Poder

Fonte: Sesapi