Destaques Geral Local Política

Todas as etapas de ensino retornam com as aulas 100% presenciais na rede estadual

O retorno programado dos estudantes da rede pública de ensino à sala de aula teve continuidade neste mês de novembro para os estudantes matriculados no 1º, 2º, 3º, 4º, 6º, 7º e 8º anos do Ensino Fundamental e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) publicou a portaria GSE Nº 1442/2021, que estabelece aulas 100% presenciais na rede estadual de ensino, dessa forma retornaram ao  chão da escola mais de 200 mil estudantes, em mais de 600 unidades escolares.

Entre as escolas que estão com os alunos retornando presencialmente e seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19, está a Unidade Escolar Sinval de Castro, localizada no bairro Marquês, zona Norte de Teresina. A escola oferta o Ensino Fundamental para 252 estudantes, incluindo 14 da Educação Especial, matriculados entre o 1º e 5º ano. A diretora da unidade, professora Elieth Soares, explica que a escola já contava com o planejamento de retorno para atender todos os alunos matriculados.

No primeiro momento, os estudantes matriculados no 5º ano voltaram presencialmente na escola no mês de setembro e agora a volta presencial alcançando todas as turmas. “Hoje, estamos do 1º ao 5º ano, com a escola pronta para receber todos os alunos, até porque nós temos um protocolo a seguir. A organização em relação aos protocolos sanitários foi possível com os recursos do Pactue, informando aos pais sobre este momento como estamos adequando o espaço, então, está tudo pronto para que a criança venha à escola”, explicou.

A supervisora de Ensino da escola Sinval de Castro, Anderlyvia Nunes Franklin, ressalta que outro importante componente para o sucesso do retorno dos estudantes é a inclusão dos pais e responsáveis neste momento. “Buscamos trazer a família para dentro da escola, mostrar que a educação tem que continuar, uma vez que não parou e, por meio do diálogo, entender o que a família está passando neste momento, para então conseguir auxiliar as crianças nesta fase de aprendizagem durante o retorno presencial. Para reforçar a volta, estamos realizando etapas de recuperação das habilidades junto aos alunos. Foi realizada a recuperação da primeira fase, referente ao semestre, e em relação ao segundo semestre estamos realizando agora com os alunos no presencial”, declarou.

As unidades deverão organizar suas atividades pedagógicas com cinco dias de atividades presenciais para a 3ª série do Ensino Médio e 9º ano do Ensino Fundamental e para as demais séries do Ensino Médio e Ensino Fundamental serão quatro dias de aulas presenciais e um com abordagem remota.

A fim de garantir a segurança e a ampliação do retorno às aulas presenciais, todos os protocolos sanitários, como uso obrigatório de máscara, distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, higienização frequente das mãos e outras medidas exigidas pelos protocolos emitidos pelo Comitê Técnico do Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) serão mantidos.

A volta presencial às aulas só não será obrigatória aos estudantes que apresentarem um pedido formal que será analisado pela gestão das escolas, que decidirá se o aluno pode continuar em atividade remota.

Professora das turmas de língua portuguesa, Adriana Costa comemora o retorno ao chão da escola com a continuidade da aprendizagem dos estudantes entre os modelos on-line e híbrido, adotados no último ano. “Desde o último ano, estávamos trabalhando com o regime de aulas remotas e agora voltando para este momento presencial percebemos que os alunos não sofreram tanto impacto, pois este era um temor em relação à aprendizagem deles. Percebi que foi válido o que trabalhamos nas aulas on-line e agora avaliando a leitura e escrita, estou percebendo que estão bem. Estou muito feliz de ver meus meninos, ainda que não possamos nos abraçar, mas conseguimos ver nos olhos deles a felicidade de estar na escola. Este era o momento de voltar e avaliar o impacto da aprendizagem”, afirmou Adriana.

Fonte: Ascom Seduc