Destaques Geral Local Política

Sesapi e FMS Iniciam vacinação de profissionais da segurança

O Governo do Piauí começou, nesta segunda-feira (05), a vacinação dos profissionais das forças de Segurança, salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente de combate à pandemia da Covid-19. A vacinação desses profissionais foi aprovada em reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), no dia 31 de março.

“O decreto do Governo do Estado autorizou a inclusão de policiais e bombeiros no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19. Neste primeiro momento, serão vacinados os policiais que estão trabalhando especialmente nos hospitais e nas barreiras sanitárias”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Os comandantes de cada corporação foram responsáveis pelo envio da lista com os profissionais, que atuam nas ações de enfrentamento ao coronavírus.

“Cada comando ficou responsável pelo envio da lista de seus servidores, para as secretarias municipais de saúde das cidades, possibilitando, assim, a vacinação, que fica a cargo dos municípios. As vacinas que chegaram ao Piauí na sexta-feira (2) foram entregues aos municípios e também foram destinadas a esse grupo”, esclarece a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé.

FMS vacina profissioanis das forças de segurança e acamados

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está dando continuidade à vacinação contra a Covid-19 em Teresina com a adição de um novo grupo: os trabalhadores das forças de segurança e salvamento e forças armadas. A estratégia de vacinação está sendo definida hoje (05) junto às instituições para iniciar imediatamente.

A FMS esclarece que não houve paralisação da vacinação em nenhum dia da semana. “Após o último drive thru realizado na última quinta-feira (01), as Unidades Básicas de Saúde (UBS) seguiram realizando a vacinação das pessoas que agendaram no site da FMS. Além disso, no domingo foi realizada a vacinação dos venezuelanos nos abrigos”, disse o presidente Gilberto Albuquerque. Ele esclarece que este grupo foi incluído por serem considerados indígenas, priorizado pelo Ministério da Saúde.

Na tarde desta segunda-feira (05) será feita a vacinação dos integrantes das forças armadas, dando prioridade aos militares da linha de frente, que lidam diretamente com as ruas. Além disso, serão vacinados hoje (05) 30 indígenas da etnia Guajajara, na comunidade Ukai em Teresina.

De acordo com o protocolo definido pelo Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), o lote recebido neste fim de semana deverá ser reservado para a segunda dose dos idosos de 70 a 79 anos e dos profissionais de saúde de acordo com a data de recebimento da primeira dose. “Não foi possível incluir um novo grupo de idosos porque recebemos apenas 337 doses para o público de 60 a 67 anos, estimado em 46.200 pessoas. Por isso, vamos direcionar as vacinas para os acamados desta faixa etária”, diz o presidente da FMS.

Assim, na próxima sexta-feira (09), será administrada a segunda dose para os idosos de 79 e 80 anos de idade. “Seguiremos o mesmo formato de drive thru já adotado nas etapas anteriores, sendo o grupo de 80 anos pela manhã e 79 pela tarde”, diz o gestor. Até essa data, as equipes de saúde estão sendo direcionadas para reforçar a vacinação dos acamados, e assim adiantar o cronograma para este público.

Vacinação contra a Covid-19 – doses recebidas no dia 03/04/2021

Vacina Sinonavac (Butantan): 30.110 doses

Redação