Destaques Geral Local Política

Semcaspi zera fila de espera de cadastros de famílias no Auxílio Brasil em Teresina

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) zerou a fila de espera do mês de dezembro de 2021 de cadastros no Programa Auxílio Brasil (PAB), que eram 66.536 famílias assistidas e em janeiro, este número aumentou para 77.361 famílias em Teresina. Foram inseridas na folha de pagamento de janeiro de 2022, 10.825 famílias na capital.

O processo de inserção de famílias que eram do antigo Programa Bolsa Família para o PAB aconteceu de forma automática para aqueles que estavam com o cadastro atualizado e sem pendências. Já para as famílias que estavam inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e solicitaram a inserção no novo programa até o dia 18 de dezembro de 2021, entraram para a folha de pagamento de janeiro de 2022, somente aquelas que têm o perfil social exigido.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, para sanar as filas de espera do Programa Auxílio Brasil, os trabalhos foram intensificados, com variados tipos de atendimentos.

“Por determinação do nosso prefeito Dr. Pessoa, nós conseguimos zerar as filas de atendimentos e as famílias tiveram suas situações regularizadas e seus cadastros atualizados. Ao longo dos últimos meses, nós disponibilizamos atendimentos intensificados e descentralizados, além dos atendimentos manhã e tarde nas unidades de Cras, promovemos atendimentos itinerantes, nas sedes das associações, nas zonas rurais da capital e durante as ações do Programa Teresina Cuida de Você”, esclareceu.

(Foto: Ascom/Ssemcaspi)

Allan Cavalcante explica que as famílias que serão inseridas após o dia 18 de janeiro deste ano, só entrarão na folha de pagamento do mês de fevereiro.

“As pessoas devem procurar os Cras, que são a porta de entrada para todo e qualquer tipo de política de assistência social, especialmente, a unidade mais próxima da residência da família. Os 19 Cras da capital estão funcionando manhã e tarde. Além disso, estão passando por reformas estruturais, algumas já entregues e outras em andamento. O que irá refletir no melhor atendimento ao público”, pontuou.

QUEM TEM DIREITO?

O Programa Auxílio Brasil beneficia dois tipos de públicos: famílias em extrema pobreza, com renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105; e famílias em situação de pobreza, com renda familiar per capita mensal seja entre R$ 105,01 e R$ 210. Nesse último caso, só serão aceitas as famílias que tenham em sua composição gestante, nutriz, crianças, adolescentes e jovens de até 21 anos incompletos, estes últimos desde que estejam estudando na Educação Básica.

Fonte: Semcaspi