Destaques Geral Local Política

Salão do Livro do Piauí será realizado em formato híbrido ainda este ano

A governadora em exercício Regina Sousa tratou sobre o apoio do Governo do Estado para a realização do Salão do Livro do Piauí (Salipi) 2022, bem como a realização do evento em formato híbrido ainda este ano em reunião, nesta quinta-feira (11), no Palácio de Karnak, com o secretário de Estado da Cultura (Secult), Fábio Novo, coordenador de comunicação, Allisson Bacelar, e com o presidente da Fundação Quixote, Kassio Gomes.

A gestora estadual tratou sobre o Salipi 2022 na última terça-feira (09) com a equipe de governo e, desta vez, se reuniu também com o secretário da Cultura e com o presidente da Fundação Quixote para alinhar os detalhes, tendo como possibilidade de realização de um evento ainda este ano de forma híbrida.

“Eles trouxeram a proposta de fazer um de forma híbrida ainda esse ano, mais simples, e um completo em 2022, pois será comemorado os 100 anos de Arte Moderna e 20 anos do Salipi, o que traz um significado mais especial para o evento. Primeiro reunimos a equipe de governo e agora com a equipe que organizará o evento. É um evento importantíssimo, estamos com disposição de apoiar, dentro das limitações que a lei permite”, afirmou Regina.

O secretário Fábio Novo destacou que o Salipi faz parte do calendário cultural piauiense e que foi discutido a realização do evento também na cidade de Amarante. “O Salipi faz parte do nosso calendário cultural e durante o governo Wellington fortalecemos o evento, ampliamos, se tornando referência entre os grandes salões do livro do Brasil e com uma experiência que também é única no país: do Salipi nasceu outros salões do livro de forma regional nas cidades do interior do estado. Então, aqui discutimos com a governadora Regina a ampliação para fazer também em Amarante e vamos manter a parceria e continuar essa iniciativa de grande sucesso”, ressaltou Fábio Novo.

O Salipi é promovido pela Fundação Quixote e Universidade Federal do Piauí (Ufpi), o presidente da Fundação explicou como será a realização do evento em formato híbrido, com data prevista para 13 a 19 de dezembro.

“A Fundação Quixote já tem uma expertise no Salão do Livro de forma presencial e é um sucesso absoluto, está consolidado no cenário nacional como um dos maiores eventos brasileiros, se destacando no Nordeste como uma das maiores feiras de livros também. Agora veio esse desafio de fazer o evento de forma híbrida, fazendo simbolicamente duas edições: a 18ª 19ª, será no formato talk show, com palestrantes que puderem vir e os que não puderem irão participar online, trazendo o melhor da arte, da cultura e do cinema. Será uma edição otimizada, seguindo todos os protocolos necessários, mas que terá o mesmo brilho que caracteriza o Salão do Livro do Piauí”, declarou Kassio Gomes.

O presidente acrescentou ainda que deverá levar o formato híbrido de alguns bate-papos literários para as próximas edições, o que abre um leque de possibilidades de convidados e irá enriquecer o evento. “Temos percebido que manteremos algo nesse formato híbrido nas próximas edições, tendo a possibilidade de convidar pessoas até do outro lado do mundo”, completou.

Jogo do Poder

Com informações CCom