Geral Local manchetes Política

ROBERT RIOS: FIRMINO HOJE É A PRÓPRIA OLIGARQUIA REENCARNADA

O ex-deputado estadual Robert Rios (PSB), pré-candidato a vice-prefeito de Teresina na chapa do pré-candidato a prefeito Dr. Pessoa (MDB), afirmou em entrevista a este portal Jogo do Poder que não entrou nessa luta rumo ao Palácio da Cidade para servir de decoração. E essa batalha, segundo ele, é de enfrentamento ao grupo que ocupa há décadas a gestão municipal, liderado pelo prefeito Firmino Filho, “que é a própria oligarquia reencarnada”.

“Firmino virou um político comum depois de trinta anos no poder. Apegado ao cargo a tal ponto que gritava ‘oligarquia nunca mais’ e depois juntou-se com Hugo Napoleão, elegeu o sobrinho e a esposa deputados e agora tem como guru máximo o senador Ciro Nogueira”, acentuou Robert Rios, justificando a sua afirmação de que o atual prefeito da cidade é a reencarnação da oligarquia em Teresina e no estado do Piauí.

“Vamos fazer uma linda campanha e discutir com a sociedade todas as suas necessidades, principalmente quanto à geração de emprego, que será o grande desafio após a pandemia”, adiantou o pré-candidato a vice.

Robert Rios enfatizou as qualidades pessoais do Dr. Pessoa: “Ele tem uma linda história de vida e superação, nasceu na roça, filho de um cego analfabeto, aprendeu a ler com quinze anos de idade, tornou-se médico e professor de medicina da Universidade Federal do Piauí. Essa história de vida vai inspirar e incentivar a juventude, que precisa de exemplos”.

Disse ainda Robert Rios que o pré-candidato a prefeito tem como características a humildade e a honestidade, o que fará grande diferença nessa campanha, principalmente, segundo ele, contra candidatos sustentados e envolvidos na Operação Lava Jato. “A corrupção é o mais cruel dos impostos e está destruindo nossas riquezas e roubando oportunidades, principalmente da juventude”, asseverou.

Sobre corrupção e Lava Jato

Em relação ao que denunciou o ex-deputado Robert Rios sobre candidatos envolvidos com a Lava Jato, vale lembrar que a pré-campanha do pré-candidato a prefeito de Teresina pelo PSDB, Kleber Montezuma, o escolhido de Firmino Filho, tem como principal articulador o senador Ciro Nogueira, do Progressistas. Em fevereiro deste ano, a Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o parlamentar do PP-PI pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a denúncia, o parlamentar recebeu R$ 7,3 milhões em “vantagens indevidas” da construtora Odebrecht. A investigação é oriunda da Operação Lava Jato.

Na ação, a PGR pede a condenação do senador e de um ex-assessor do PP pelos crimes, além da devolução dos recursos desviados dos cofres públicos. No caso de quatro ex-executivos da empreiteira que fizeram acordo de delação com a Lava Jato e citaram os fatos contra o senador, a PGR pediu a aplicação dos benefícios do acordo. Entre os delatores está o empresário Marcelo Odebrecht.

Segundo a PGR, o valor é proveniente de doações eleitorais legais e ilegais que tiveram origem no esquema de corrupção na Petrobras. “Em relação a Ciro Nogueira, as provas reunidas revelaram o recebimento de propina de forma parcelada, entre 2014 e 2015, em Brasília e em São Paulo”, informou a procuradoria. Na época, a defesa do senador considerou “estranha” a apresentação da denúncia por entender que o inquérito é baseado “unicamente em delações premiadas da Odebrecht. “Todas as delações deverão ser analisadas em momento oportuno pelo Supremo Tribunal Federal, que irá decidir sobre a validade, ou não, de algumas delações”, declarou. 

Equipe qualificada

Na entrevista ao Portal Jogo do Poder, Robert Rios apontou que o Dr. Pessoa montará uma equipe que representará toda grandeza de Teresina. “Serão pessoas altamente qualificadas e comprovadamente honestas. Não haverá politicagem e nem miudeza”, sublinhou.

Várias reuniões estão sendo realizadas com técnicos para a montagem de um plano de governo, como informou o pré-candidato a vice. “A sociedade inspira e os técnicos tornam possíveis como será a nova Teresina”, revelou.

Sobre o segundo turno das eleições, Robert Rios fez ponderações: “O segundo turno será discutido no segundo turno, se houver. Seria uma grosseria de nossa parte eliminar qualquer partido antes das eleições”, arrematou.

Redação