Geral Local Política

Regina Sousa ganha no STJ processo contra Joice Hasselmann

A deputada federal paulista Joice Hasselmann (PSL) foi condenada, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), a pagar 40 mil reais de indenização à vice-governadora do Piauí, Regina Sousa (PT). Em 2016, no período do impeachment da presidente Dilma Rousseff, Joice Hasselmann chamou a então senadora Regina Sousa de “semianalfabeta, cretina, anta e gentalha”, durante uma gravação de vídeo na área da imprensa do plenário do Senado.

Regina Sousa entrou na Justiça para processar Joice Hasselmann. Na primeira e segunda instância da Justiça, em Brasília, a deputada do PSL foi absolvida. Porém, Regina Sousa recorreu, e a 4ª Turma do STJ condenou Hasselmann.

O ministro Luis Felipe Salomão, relator do caso, considerou que as palavras de Joice Hasselmann, na época jornalista, não lhe protegiam pela liberdade de expressão e imprensa. Segundo o ministro do STJ, “essa liberdade esbarra na dignidade da pessoa humana, ligada a valores da personalidade: honra, imagem e direito de professar suas convicções, sejam de que natureza forem”.

A vice-governadora Regina Sousa declarou que esperava um resultado positivo por parte do Superior Tribunal de Justiça. Lembrou que um profissional de imprensa pode fazer criticas, mas que tenha respeito pelo criticado. Ela disse que espera que a deputada federal Joice Hasselmann faça uma avaliação das suas ações e que fique atenta com a resposta que a população de São Paulo começou a lhe dar com o resultado das eleições para prefeito da capital paulista.

Joice Hasselmann ficou em sétimo lugar na disputa para prefeitura de São Paulo. Ela obteve apenas 1,84% do votos do paulistanos. (P. Piauí)

Redação