Geral Local Política

Regina Sousa é homenageada pelo Conselho Estadual de Cultura

A governadora em exercício Regina Sousa foi agraciada, nesta quinta-feira (11), com a medalha e diploma de Honra ao Mérito Cultural 2021. A honraria é concedida pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC) e recompensa as pessoas que tenham prestado relevantes serviços ao Estado no campo cultural. A cerimônia aconteceu na sede do Conselho Estadual de Cultura, em comemoração aos 56 anos da instituição.

A láurea foi concedida a dez personalidades locais que contribuem para manter acesa e viva a chama da nossa cultura, suas tradições e as raízes piauienses, nos mais diversos setores. Dentre as personalidades homenageadas, a vice-governadora do Piauí e governadora em exercício, Regina Sousa.

“Esse Conselho tem trabalhado muito em prol da cultura piauiense em conjunto com a Secretaria de Cultura, está dando muito certo e tem fortalecido a cultura. O secretário Fábio Novo tem feito um excelente trabalho, então só temos que valorizar, porque a cultura também faz parte do tripé que tira as crianças da rua. Sempre ajudei a cultura, dei passos importante e ajudei a destravar as coisas”, destacou a gestora estadual.

Assim como a regulamentação da Lei do Patrimônio Vivo, que reconheceu e permitiu oferecer um auxílio financeiro aos mestres e grupos culturais, Regina anunciou que pretende também regulamentar a lei do bolsa atleta. “A medida vai auxiliar os atletas amadores do Piauí. A lei já existe e precisa ser regulamentada”, frisou.

Além de celebrar a data, evidenciando as contribuições que o órgão oferece à cultura piauiense ao longo de mais de cinco décadas, também foi entregue a Medalha do Mérito Cultural, que é constituída do diploma de honra e está fundamentada no Regimento Interno do Conselho Estadual de Cultura.

São nove conselheiros, cada um indica um homenageado e todos indicam mais uma pessoa para receber a medalha coletiva. Regina recebeu a medalha coletiva. O presidente do Conselho, Nelson Nery, explicou o porquê da escolha da gestora.

“A vice-governadora foi decisiva na regulamentação do Projeto de Lei, aprovado desde 2008, o que gerou o reconhecimento dos mestres e grupos culturais e resultou o Edital que premiou 30 pessoas que tem o compromisso de repassar esse conhecimento cultural popular. Então, só por isso ela é mais do que merecedora, pois a Regina teve não só um apreço pela cultura, mas pela cultura popular e das suas raízes, por isso ela é mais do que indicada”, ressaltou.

Na cerimônia, foi lançado o projeto ‘Dê vida ao Livro’, que terá como objetivo incentivar a doação de livros, fomentando o ‘nascimento’ de novas bibliotecas no Piauí.

Na ocasião, foi assinado também o convênio entre a CEC, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Associação Piauiense dos Municípios (APPM), em torno da promoção da Conferência Estadual de Cultura, que irá acontecer no dia 03 de dezembro, no Blue Tree Towers.

Por fim, o evento promoveu ainda uma discussão sobre a celebração do tombamento do Meduna, processo que foi formalizado na última semana, com o aval do governador Wellington Dias, e que contou com a participação ativa do Conselho.

“Aqui se discutiu o tombamento do Meduna, que visa preservar aquela arquitetura histórica de um sanatório de muita referência, não só no Piauí, mas para o Brasil e aqui desafiamos a governadora Regina para que nos ajude nesse projeto de ressignificar aquele espaço”, detalhou o secretário da Cultura, Fábio Novo.

Jogo do Poder

Fonte: CCom