Destaques Geral Local Política

Projeto de concessão dos serviços de resíduos sólidos da Prefeitura de Teresina é pioneiro no Brasil

Audiência pública virtual para discutir a concessão de serviços de resíduos sólidos em Teresina foi realizada nesta terça-feira (15), de forma remota, pela Prefeitura de Teresina e parceiros. O projeto é uma iniciativa inovadora e serve de modelo para outros estados do país, sendo pioneiro no Brasil.

“Espero que seja uma iniciativa replicada em outros estados – do país e do Nordeste. Tenho certeza que é apenas o primeiro grande passo das iniciativas que podemos alcançar e proporcionar desenvolvimento para cidades brasileiras”, ressaltou Jamaci Júnior, representante do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), que participou do evento.

Além do MDR, a audiência teve a participação de representantes da sociedade civil, de empresas interessadas em prestar o serviço e de órgãos parceiros, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), Caixa Econômica Federal e Consultoria Parceria Vital.

A transmissão ocorreu pelo canal oficial da Prefeitura de Teresina no Youtube e pode ser acessada no seguinte link: https://youtu.be/Da_oHnfxNrM. O projeto de serviços de resíduos sólidos tem como principal objetivo promover a coleta e o destino dos resíduos de forma eficaz e sustentável.

Fotos: Ascom Semplan

“A presença da concessão para a prestação do serviço também auxilia na redução dos recursos do município, que antes eram utilizados para as atividades de coleta simples. Estes poderão ser implantados em outras áreas como saúde, educação e serviços sociais que têm sido prioridade do prefeito Dr. Pessoa”, disse João Henrique Sousa, secretário de Planejamento e Coordenação.

A secretária executiva de Planejamento Estratégico e gestão, Kárita Allen, reforçou os benefícios da concessão ao município. “Ao conceder os serviços por uma concessionária, além de poder operar o sistema de uma forma mais eficiente, a Prefeitura poderá utilizar esses recursos para melhorar outros pontos de atenção para a sociedade. Temos uma gestão que pensa a cidade para o povo, e esse é mais um investimento para a população”, explicou.

Essa temática trata-se de uma concessão simples, ou seja, o serviço será prestado por uma concessionária por 30 anos, mas ao final desse prazo, todos os investimentos realizados pela concessionária privada serão revertidos ao município.

“Os resíduos sólidos têm sido uma preocupação muito grande porque o país não pode crescer e se desenvolver com parte da sua população vivendo próxima a lixões, e isso é uma coisa extremamente fora de qualquer propósito de qualquer cidade, então, Teresina está de parabéns por começar esse projeto e também beneficiar os trabalhões dessa área com melhores condições”, explicou Wesley Callegari, da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI).

Jogo do Poder