Destaques Geral Local Política

Prefeitura instala tanque de oxigênio de 5m³ em hospital do Dirceu Arcoverde

A Prefeitura de Teresina instala, neste domingo (28), tanque de oxigênio no Hospital Municipal do Dirceu Arcoverde, zona Sudeste da capital. O novo tanque, que está sendo instalado pela empresa White Martins, vai triplicar a capacidade e autonomia do local para a internação de pacientes com Covid-19. O novo tanque possui 5 m³.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, que acompanha a instalação do aparelho no local, alerta que apesar de dar uma desafogada na rede pública de saúde, a situação ainda é crítica.

“Isso vai possibilitar uma melhora no nosso quadro, mas ainda precisamos de toda a atenção do Ministério da Saúde para que ele envie reforços e libere equipamentos que foram confiscados”, ressalta o presidente da FMS.

Procuradores de quatro estados, entre eles o Piauí, encaminharam ofícios ao Ministério da Saúde pedindo providências urgentes para evitar o possível desabastecimento de insumos como oxigênio medicinal e remédios do kit intubação.

De acordo com Gilberto Albuquerque, o kit intubação confiscado é a primeira escolha, mas não tem para todos os pacientes. Assim, o estoque mínimo está sendo destinado a casos especiais. “Estamos usando a segunda escolha: propofol, midazolam e outras. Nós fizemos a compra em janeiro, porém, o Ministério da Saúde bloqueou a entrega individual desses medicamentos. Então, o Ministério da Saúde confiscou todas essas drogas pra que sejam distribuídas equitativamente entre todos os estados. As indústrias não podem mais vender individual. Vendem para o Ministério da Saúde, que distribuem pra todos aqueles que precisarem”, explica o presidente da FMS.

Ao todo, foram confiscados 20 medicamentos. Gilberto Albuquerque explica que, com os medicamentos considerados segunda opção, o paciente também não sente dor e não vê o processo de intubação.

Redação