Destaques Geral Local Política

Prefeitura fortalece desenvolvimento do projeto de Parceria para Resíduos Sólidos

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), reuniu-se nesta quinta-feira (20), com a equipe envolvida no projeto de Parceria Público-Privada (PPP) de Resíduos Sólidos na capital. A Consulta Pública foi aberta na quarta-feira(19), e seguirá aberta até o dia 18 de Junho.

O objetivo do projeto é adequar o setor na cidade às determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos e dar um melhor tratamento ao lixo domiciliar urbano e rural coletado na capital.

Participaram do encontro a equipe que coordena o projeto de PPP de Resíduos Sólidos da Secretaria de Planejamento e Coordenação (Semplan), além das pastas: Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) e Secretaria Municipal de Governo (Semgov).

“Essa parceria é de suma importância para Teresina, pois vamos sanar os antigos problemas e resolver reivindicações antigas, além de preservar o meio ambiente”, afirma o Prefeito Dr. Pessoa.

A proposta abrange todo o processo de coleta, transbordo, transporte, tratamento e manejo dos resíduos sólidos, além de incentivos para que se realizem campanhas educativas sobre reciclagem e consumo consciente.

“Nós lançamos essa consulta pública esta semana e vamos discutir bastante esse projeto para que ele não tenha arestas e seja benéfico para o município e, principalmente, para a população. Vamos discutir na Câmara Municipal, apresentar aos vereadores e construir uma agenda com os atores interessados nesse projeto. Sempre pensando nas melhores escolhas para a capital”, explicou João Henrique Sousa, secretário de Planejamento.

O objetivo dessa Parceria de Resíduos Sólidos é ampliar o serviço e atender a toda população com a mesma atenção. Está prevista a adoção de modelos mais eficientes de recolhimento que venham a aumentar a abrangência e reduzir os custos de coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos.

“Esse é um processo público e aberto para discussão. A opção escolhida será a mais adequada para o município e para os usuários. Assim, vamos construir uma cidade com serviços de excelência”, conclui Edmilson Silva, secretário de Desenvolvimento Urbano.

Jogo do Poder