Destaques Geral Local Política

Prefeitura de Teresina anuncia abertura de leitos-dia; Dr. Pessoa estuda medidas mais duras contra pandemia

Medidas restritivas mais duras estão sendo analisadas pela Prefeitura de Teresina depois dos constantes aumentos de contaminação e mortes por conta da pandemia da Covid-19. O prefeito Dr. Pessoa (MDB) também orientou à Fundação Municipal de Saúde (FMS) para a abertura de leitos de hospital-dia em Unidades Básicas de Saúde (UBS). Nessa modalidade o paciente recebe atendimento, é medicado e fica sendo acompanhado de casa. A medida seria necessária pela falta de leitos na capital.

Novos dados serão apresentados pelo presidente da FMS, médico Gilberto Albuquerque, ao prefeito Dr. Pessoa, que definirá as medidas “rígidas” que serão adotadas.

Atualmente há uma média de 60 a 80 pessoas aguardando vagas em leitos de UTI em Teresina. Além da lotação nos hospitais, a possibilidade da falta de insumos e medicações também preocupa as autoridades.

De segunda a sábado, Teresina registrou 58 mortes por Covid-19 e 2.548 novos casos de coronavírus.

Em relação a implantação de leitos-dia, isso deve ocorrer ao longo da semana. O paciente que precisar ir até uma UBS que tenha leitos-dia deve ser medicado, depois volta para casa, e quando houver a necessidade de tomar novamente o remédio, ele retorna a UBS e depois volta pra casa, a equipe médica vai estar disponível para avaliação direta desses pacientes.

Pacientes atendidos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e classificados na cor verde (menos grave) também serão orientados a procurar uma UBS.

Redação