Geral Municipios Política

Prefeitura de Caxias inicia regularização fundiária do bairro José Castro para aproximadamente 400 famílias

A Prefeitura de Caxias, por meio da Coordenação de Regularização Fundiária realizou na manhã deste sábado (6), no bairro José Castro, a Assembleia Convocatória para realização da regularização dos terrenos das casas de cada morador.

No bairro José Castro, a maioria das famílias da comunidade é de baixa renda e aproximadamente 400 famílias, que em sua maioria serão alcançadas pelo perfil social, ou seja, o processo de regularização vai acontecer gratuitamente.

“É de grande importância, nós agradecemos demais o prefeito Fábio Gentil por agilizar este trabalho”, destaca Edith Fernandes, moradora do José Castro.

“Ninguém aqui tem os documentos das casas. Esse trabalho é muito importante, para que os moradores tomem posse de suas casas. Até então, esse bairro é resultado de uma invasão e não somos reconhecidos como proprietários legítimos”, frisa Antônio Alves, morador do bairro José Castro.

“É importante porque a gente fica com uma coisa organizada, garantida e sabendo que é da gente”, diz dona Maria José, moradora do bairro José Castro.

A regularização consiste em permitir aos moradores de baixa renda os títulos de propriedade dos locais onde moram, fazendo que cada família possa dizer que reside em sua própria casa.

“Hoje estamos explicando sobre as etapas que irão acontecer. A primeira é a social, onde fazemos o trabalho informativo, e logo depois o cadastro econômico. A população vai se deslocar até a nossa sede para realizar o cadastro socioeconômico, que vai acontecer durante toda a semana que vem, até a gente finalizar esse processo com moradores da comunidade”, lembra Joel Gaspar, supervisor social da Regularização Fundiária.

“A gente está iniciando mais um bairro, o José Castro. O bairro já está levantado, e todo georreferenciado. Vai ser iniciado o trabalho de cadastro socioeconômico de todos os moradores, onde vamos conhecer as necessidades da comunidade. Após isso, a gente continua com o processo de regularização, o procedimento administrativo, e assim geramos os títulos de regularização fundiária, para que as famílias possam ser contemplados”, destaca Ronyara Albuquerque, coordenadora da Regularização Fundiária.

Fonte: PMC