Destaques Geral Local Política

Prefeito Dr. Pessoa, Câmara e Alepi decretam luto oficial pela morte de Firmino Filho; veja trajetória do ex-prefeito

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), decreta luto oficial de três dias em virtude da morte do ex-prefeito Firmino da Silveira Soares Filho. O prefeito cancelou a agenda administrativa para o resto da semana. PMT emite nota de pesar e decreta luto

“Doutor Pessoa reconhece os relevantes serviços prestados pelo ex-prefeito à frente do poder executivo municipal. O prefeito de Teresina manifesta solidariedade à família enlutada. À esposa, deputada estadual Lucy Soares e aos filhos: Bárbara, Cristina e Bruno, doutor Pessoa manifesta seu pesar”, informa a nota.

Dr. Pessoa também disponibilizou o Palácio da Cidade, sede da Prefeitura, para velório e homenagens ao ex-prefeito Firmino Filho. Por ter sido vereador e deputado estadual, a Câmara Municipal de Teresina e a Assembleia Legislativa também se ofereceram as sedes legislativas nesse sentido. Porém, a família informou que o velório será privado, mas haverá um cortejo pelas principais vias da cidade, para, em seguida, providenciar o sepultamento no Cemitério Recanto da Saudade.

Câmara de Teresina emite nota de pesar

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar, em nome de todos os parlamentares e servidores do Poder Legislativo, lamenta o falecimento do ex-prefeito de Teresina, Firmino da Silveira Soares Filho, que morreu na tarde desta terça-feira (06).

Jeová Alencar reconhece o papel desempenhado pelo ex-prefeito Firmino Filho à frente do Poder Executivo durante o seu mandato, realçando sua atuação no período em que atuou no município.

“É com muita tristeza que recebemos a notícia da morte desse grande gestor. Quero aqui estender o meu sentimento e respeito a toda a família enlutada”, diz o presidente da Câmara Municipal.

Câmara Municipal de Teresina

Nota de Pesar da Assembleia Legislativa do Piauí

A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), na pessoa do seu presidente, Deputado Themístocles Filho, dos demais parlamentares e servidores manifesta seu profundo pesar pelo facelimento do ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Teresina, Firmino da Silveira Soares Filho, ao tempo em que transmite sua solidariedade à família, na pessoa de sua esposa, Deputada Estadual Lucy Soares e dos seus filhos Bárbara, Bruno e Cristina.

A Assembleia Legislativa do Estado Piauí decreta luto oficial de três dias no âmbito do Poder Legislativo Estadual

Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa do Piauí

Nota de pesar da Prefeitura de Teresina

Doutor Pessoa reconhece os relevantes serviços prestados pelo ex-prefeito à frente do Poder Executivo Municipal.

O prefeito de Teresina manifesta solidariedade à família enlutada. À esposa, deputada estadual Lucy Soares e aos filhos: Bárbara, Cristina e Bruno, doutor Pessoa manifesta seu pesar.

Wellington Dias também se manifesta

Em rede social, o governador do Piauí, Wellington Dias, manifestou surpresa e profundo pesar pela morte do ex-prefeito Firmino Filho:

Impacto

Firmino Filho, que completaria 58 anos em dezembro próximo, morreu após cair do edifício Manhattan River Center, na Avenida Arêa Leão, na Zona Leste de Teresina, por volta das 15 horas desta terça-feira (06). A informação foi confirmada pela assessoria do ex-gestor da capital.

De acordo com uma testemunha que trabalha no edifício, Firmino Filho teria ido ao seu escritório no prédio, que fica no 14° andar. Minutos depois, as pessoas já viram o corpo estendido na calçada do lugar. A filha do ex-prefeito Bárbara Silveira foi ao local e fez o reconhecimento do corpo.

A morte do ex-prefeito pegou de surpresa todo o mundo político piauiense e toda a população. Ele deixou a Prefeitura em dezembro deste ano depois de quatro mandatos, considerado por correlegionários e até adversários políticos como uma pessoa politicamente determinada e de grandes feitos em prol da capital piauiense.

Iniciou-se na vida pública aos 30 anos de idade, em 1993, oportunidade em que foi convidado pelo ex-prefeito de Teresina, Wall Ferraz, para dirigir a Secretaria Municipal de Finanças. Após a morte do prefeito, em 22 de março de 1995, permanece como secretário, na administração do Vice-Prefeito Francisco Gerardo que assumiu o comando da Prefeitura de Teresina.

Eleito presidente do diretório municipal do PSDB, renunciou ao cargo de secretário do município em 1996, para concorrer e ser eleito um dos mais jovens prefeitos de capitais do país, derrotando, em segundo turno, Alberto Silva do PMDB, considerado uma espécie de mito da política piauiense. Ainda em primeiro turno no ano 2000, tendo como vice-prefeito Marcos Silva, filho de seu adversário no pleito anterior, foi reeleito prefeito.

Firmino esteve entre os primeiros prefeitos de capitais eleitos pelo PSDB no Brasil. Em 1996, também foram eleitos os prefeitos das capitais Cuiabá, Goiânia e Vitória. No total, 910 prefeitos eleitos e 6.744 vereadores em todo o país naquele pleito.

O jovem prefeito recebeu o prêmio de “Prefeito Criança”, concedido pelo UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Fundação Abrinq – Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente. O prêmio foi entregue pelas mãos da cantora Daniela Mercury, embaixadora do UNICEF, em 1999.

Carreira política

. 1993: Assume a Secretaria Municipal de Finanças de Teresina, na gestão de Raimundo Wall Ferraz.
. 1996: O PSDB elege 910 prefeitos, 3 de capitais, sendo um deles Firmino. Aos 33 anos de idade é eleito prefeito da capital, derrotando Alberto Silva, no segundo turno.
. 2000: Firmino é reeleito prefeito em 2000, ainda no primeiro turno. Conseguiu altos índices na avaliação popular de sua gestão. Foi agraciado com o título Prefeito Amigo da Criança.
. 2006: candidata-se a Governador do Piauí em 2006, mas é derrotado numa disputa definida em primeiro turno, tendo como vitorioso daquele pleito o petista Wellington Dias, reeleito.
. 2008: Começa a reconstruir a carreira política e candidata-se a vereador. Eleito o vereador de Teresina com uma votação recorde em números absolutos, com cerca de 20 mil votos.
. 2010: Eleito deputado estadual do Piauí com 47.634 votos, tendo 80% dos votos oriundos somente da capital.
. 2012: Candidata-se novamente a prefeito, eleito pela terceira vez, agora no segundo turno, derrotando o ex-aliado Elmano Férrer. No primeiro turno derrotou Wellington Dias.
. 2016: É reeleito prefeito de Teresina pela 4ª vez com 51,14% correspondendo a 220.042 votos.

Redação