Destaques Geral Local Política

Ponte Estaiada é palco de exposição de fotos de mulheres indígenas venezuelanas

O mezanino do Complexo Ponte Estaiada, recebe  nesta sexta-feira (17) uma exposição de fotos de mulheres indígenas venezuelanas, da etnia warao. A atividade está sendo realizada em alusão ao dia internacional do migrante, comemorado neste sábado, dia 18 de dezembro.

A exposição que segue até o domingo (19), é uma iniciativa da Cáritas Arquidiocesana e conta com o apoio da Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), ficará aberta ao público nesta sexta-feira, das 09h às 18h e no sábado e domingo a visitação pode ser realizada das 09h às 19h. Os registros foram feitos pelos fotógrafos Cristiane Machado, Geirlys Silva e Max Bonfim.

“Nossa intenção é dar visibilidade a essas mulheres que migraram para a nossa cidade em busca de uma vida melhor, sendo obrigadas a largarem seu local de origem por não terem nem mesmo o básico comer”, pontua a assessora de Comunicação da Cáritas Arquidiocesana de Teresina, Cristiane Machado.

Atualmente existem 64 famílias venezuelanas morando em Teresina, nos abrigos do CSU do Buenos Ayres, no Poti Velho e no Centro de Treinamento do Emater. Essas famílias chegaram à capital há aproximadamente dois anos, devido ao agravamento da crise econômica e social naquele país. A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), é a responsável em acompanhar e prestar o suporte necessário a esse grupo de migrantes na cidade.

Fonte: Semcom