Destaques Geral Local Política

Para João Vicente, Firmino está mais preocupado com 2022 do que com 2020

O ex-senador João Vicente Claudino, presidente estadual do PTB, reagiu às declarações do prefeito de Teresina, Firmino Filho, do PSDB, e negou que o apoio do seu partido a Fabio Abreu, pré-candidato a prefeito pelo PL, tenha ligação com 2022. O gestor da capital havia declarado que o ex-senador já sinalizou em que lado estará nas eleições gerais que ocorrerão daqui a 2 anos.

“Nas palavras do prefeito, ele é mais preocupado com 2022 do que com 2020. Sempre tivemos uma posição clara. Em Teresina, em 2004 e 2008, estivemos com PSDB e em 2006 fizemos uma coligação com Wellington Dias. Em 2010 fui candidato a governador e nunca vinculamos uma coisa à outra. Nunca tratamos do que ia acontecer em 2020. Será o mesmo que vai acontecer em 2022. Até porque o histórico do prefeito não leva a união de estratégia de uma eleição para outra”, avaliou João Vicente.

Sua decisão de levar o PTB a apoiar Fábio Abreu ocorreu, segundo ele, depois de ouvir todas as lideranças do partido, acrescentando que essas discussões foram feitas abertamente, e o partido segue unido. “Não foi unicamente minha ou da comissão provisória a decisão. Foi compartilhada por todas as lideranças do PTB. Participaram, foram ouvidos e valorizados. No momento que convergimos para a coligação, foram acertadas todas as arestas. Isso para que pudéssemos caminhar de forma firme. Vamos fazer uma campanha por Teresina e fazer uma cidade melhor”, afirmou.

João Vicente reiterou que não está cobrando a vaga da pré-candidatura de vice de Fábio Abreu como condição de apoiá-lo, mas que está disposto a ajudar na escolha de um nome, independentemente dos partidos que fazem parte da coligação.

“Nunca colocamos uma condição impositiva para Fábio Abreu. Ele é ciente disso. Quero ajudá-lo na articulação e ajudar a fortalecer a coligação e encontrar nome. A composição da chapa tem que ajudar a fortalecer a coligação e encontrar nomes. A construção de chapa tem que levar a sinalização de equilíbrio, independente de sigla”, acentuou.

Redação