Destaques Geral Local Política

Para Dr. Pessoa, é preciso garantir mais assistência às comunidades carentes

O pré-candidato a prefeito de Teresina pelo MDB, Dr. Pessoa, esteve, na noite desta segunda-feira (14), no bairro Piçarreira, zona Leste da cidade, reunido com a pré-candidata a vereadora, Socorro da Pontual (MDB), pastores e fiéis da igreja evangélica falando sobre a necessidade de mais assistência às comunidades carentes.

Essa vem sendo a rotina do pré-candidato emedebista, com agenda de visitas às comunidades da periferia de Teresina levando suas propostas e ouvindo as sugestões da população. Segundo Dr. Pessoa, seu plano de governo está sendo construído conforme as demandas comunitárias em todas as áreas de gestão, para a construção de políticas públicas que estejam de acordo com os anseios populares.

Conflitos pela terra

Uma das preocupações de Dr. Pessoa é com regularização fundiária. “São milhares de casos de litígio fundiário em Teresina. Milhares de teresinenses sem a tranquilidade e dignidade de regularizar a situação de suas moradias, suas propriedades. Esse problema deve ser encarado com seriedade, e por isso tenho uma atenção especial a essa situação em Teresina”, revelou.

“Em visita ontem aos bairros São Sebastião e Cidade Sul conversei sobre regulamentação fundiária. Um problema que afeta milhares de teresinenses e não recebe a atenção devida. Legalizar uma moradia, um terreno, dá dignidade ao cidadão. Esse processo precisa ser facilitado pelo poder público. Precisamos diminuir os conflitos de litígio fundiário em Teresina e dar dignidade a esses cidadãos”, acrescentou o emedebista, que na vista estava acompanhado dos pré-candidatos a vereadores Marilene Campelo (MDB) e Edson Barbosa (PRTB).

Empreendedorismo

Para o Dr. Pessoa, Teresina tem muitas saídas para se desenvolver, o que falta é vontade política e determinação. “Teresina precisa crescer, e junto, os teresinenses. O incentivo ao empreendedorismo deve estar no centro das discussões. Microcrédito desburocratizado em bancos populares, programas de incentivo à economia solidária, plano de desenvolvimento rural que priorize o pequeno produtor. As saídas são inúmeras e viáveis. O que se precisa é uma equipe comprometida e capacitada com o intuito de ajudar, de construir uma Teresina para teresinenses”, asseverou.

“No momento em que se escolhe a carreira pública, ouvir a todos que chegam até́ você passa a ser obrigação. Qualquer cidadão ou cidadã que queira acrescentar, positivamente, é bem-vindo na minha caminhada. Educação e saúde são minhas prioridades também em respeito, por necessidade da população e honrando minha história de professor e médico”, salientou.

Redação