Geral Municipios Política

Orquestra Sinfônica de Teresina emociona os caxienses em concerto natalino no Adro da Igreja Catedral

A celebração da noite de Natal, que remete o nascimento de Cristo, foi regada por muita fé e boa música em Caxias (MA). Após a missa na Igreja Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, a Orquestra Sinfônica de Teresina, referência em música instrumental da região nordeste, apresentou o que construiu em seus 28 anos de concertos de qualidade com músicas eruditas, aproximando o público com a cultura popular, como também apreciar os clássicos da música universal.

“Minha  satisfação em primeiro lugar é de estar de volta a Caxias, isso significa muito. Percorremos cidades do Piauí, e hoje estamos encerrando em Caxias. Para nós isso é emocionante. O repertório foi variado com peças eruditas e músicas natalinas”, disse Aurélio Melo, maestro.

O maestro Aurélio Melo, idealizador da Orquestra Sinfônica de Teresina, também esteve acompanhando, apresentou dois tenores, Gislene Daniele e Leandro Arias, que com suas vozes emocionaram o público com belas interpretações.

“Eu gosto muito do Maranhão, minha família é de Bacabal, cantar em Caxias com a Orquestra Sinfônica de Teresina é maravilhoso, pois a proposta é esta, de trazer músicas eruditas e populares, músicas que tocam o coração das pessoas”, frisa Gislene Daniele, Soprano.

“Quando eu soube que iria participar em Caxias, fiquei muito feliz. Já tive a oportunidade de vir outras vezes a Caxias, as pessoas são bem receptivas. O nosso repertório tem áreas de ópera, lírico e Natal, demos o nosso melhor. Esperamos que o público tenha gostado”, destaca Leandro Arias, tenor.

Para quem assistiu, o momento foi mágico e especial. “Realmente é um lado oposto, o popular e o erudito, mas quando se encontram fica lindo. Você vê toda a plateia popular assistindo o erudito. Em uma conversa com o secretário Léo Barata, chegamos a conclusão que temos que ter este tipo de água para beber e quem sabe possamos sonhar com uma orquestra sinfônica em Caxias”, lembra Nonato Cruz, músico.

“Foi a primeira vez que assisti, foi um espetáculo muito lindo. Nós caxienses precisamos desse tipo de coisa. Foi muito bonito, acredito que todos estejam felizes com esta magnífica apresentação de hoje”, reforça Fernanda Pereira, espectadora.

“Temos bem próximo a realidade da Cultura Popular e Erudita, que vem pela música, dança e canto. Temos também de outra forma, que é mais construída, mais erudita. Para peças como estas, as orquestras conseguem traduzir textos longos em música e canto. É muito bom que a Prefeitura esteja colocando à serviço do povo, este outro olhar para a cultura. Isso engrandece ao nosso povo”, disse Dom Sebastião, Bispo da Diocese de Caxias (MA).

“Quando você conhece e ama a cidade, você pode fazer projetos que podem agregar o público. O Natal deste ano que ajudou a reacender os corações, fez com isso aqui no Adro da Catedral, nos desfiles, no Show do Lago Encantado da Veneza, o nosso povo resgatasse esse espírito natalino. Nessa noite memorável, estamos trazendo uma orquestra com gosto bem refinado para todo o nosso povo para prestigiar “, destaca Léo Barata, secretário Municipal de Cultura, Esporte, Turismo, Juventude e Patrimônio Histórico.

O espetáculo Natal de Todos, a usina de ideias da Fábrica dos Sonhos, encerrou a noite de Natal anunciando o nascimento de Cristo.

“A ideia do projeto foi baseada na frase: ‘Todo ser que respira, louve ao Senhor”. Então, trouxemos o nascimento de Cristo na ótica mais lúdica, com fadas e duendes. O projeto Fábrica dos Sonhos começou há 12 anos, e começou aqui no Adro da Catedral. Fizemos parceria com a Prefeitura e todo ano apresentamos no Natal”, disse Richiter Wenzel, diretor teatral.

Fonte: PMC