Destaques Geral Local Política

“O Piauí está plantando boas sementes”, afirmou ministro ao visitar Programa de Mediação Tecnológica

Em visita ao Piauí para a entrega de transporte escolar do programa Caminho da Escola, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, acompanhado do presidente do FNDE, Marcelo Lopes da Ponte, e do secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, conheceu os estúdios do Programa de Mediação Tecnológica, o Canal Educação.

Esse é um importante eixo da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) que disponibiliza para os estudantes a transmissão de aulas remotas ao vivo por meio da plataforma do Canal Educação, YouTube, Facebook e podcast e também pela TV Antares (canal 2.1), em especial durante a vigência do decreto emergencial com medidas restritivas para o enfrentamento ao novo coronavírus.


Ministro Milton Ribeiro e o secretário da Seduc, Ellen Gera

Após conhecer os estúdios do Canal Educação, o ministro Milton Ribeiro conversou com os estudantes que participaram das aulas do Pré-Enem Live e conquistaram bons resultados no Enem e aprovação em instituições de ensino superior. “A luta foi muito grande para conseguirmos realizar o Enem e, hoje, podemos ter o exemplo da estudante aprovada, Gabriela, que acreditou, fez o uso de todos os cuidados no exame e hoje é uma universitária. Parabenizo a todos da Secretaria da Educação pelo cuidado com a educação, que é algo desenvolvido a médio e longo prazo, e o Piauí está plantando boas sementes com este programa”, pontuou o ministro da Educação.

Após a publicação do decreto nº 18.884, expedido pelo Governo do Estado, em abril de 2020, e que suspendeu as aulas presenciais em razão da pandemia da Covid-19, a Seduc deu início às aulas remotas transmitidas pelo Canal Educação para todos os estudantes da Rede Pública Estadual de Ensino, seguindo as diretrizes do Plano de Ação Pedagógica.

Tendo como objetivo apoiar as escolas, estudantes e professores, a equipe pedagógica do Canal Educação organizou um novo plano de trabalho para manter a transmissão de aulas remotas, formação de professores, preparatório Enem e revisões do Pré-Enem Live, além de disponibilização de material pedagógico aos estudantes.

Ellen Gera destacou para o ministro a importância da mediação tecnológica e as formas disponibilizadas pela Seduc para o acesso de todos os estudantes ao ensino. “Em abril de 2020, tivemos os primeiros decretos de suspensão presencial das aulas, mas, em poucos dias, a rede estadual transformou toda sua estratégia de aulas para o ensino remoto, garantindo que as escolas pudessem funcionar dessa forma e a plataforma do Canal Educação foi essencial para que as aulas pudessem ser conduzidas com a devida qualidade. O ministro conheceu os estúdios do Canal Educação onde atendemos o ensino médio e educação profissional. E para além disso, fizemos parceria com o ensino superior permitindo que os municípios pudessem também fazer uso da plataforma, permitindo que o estudante mantivesse seu vínculo com a escola”, disse o secretário de Estado da Educação.

Entre as ações desenvolvidas pelo Programa de Mediação Tecnológica, no contexto de pandemia, o relatório divulgado em novembro de 2020, pela Coordenação de Operações do Canal Educação, mostra números positivos.

No total, 9.325 (nove mil e trezentos e vinte e cinco) aulas foram transmitidas ao vivo para as ofertas do ensino fundamental, médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), cursos técnicos e Enem (Preparatório e revisão).

A estratégia adotada repercutiu em resultados positivos como os números de acessos ao Canal Educação, que registrou 3.178.026 acessos de janeiro a novembro de 2020.

Pré-Enem Live

Outra ação da Secretaria de Estado da Educação adaptada ao ambiente virtual foi o projeto Pré-Enem Seduc, que tem como objetivo potencializar a preparação para o Enem dos estudantes piauienses.

Durante o período de suspensão das aulas, devido ao avanço da pandemia da Covid-19, o preparatório foi realizado no formato live. Por meio do Canal Educação, o preparatório do Enem ganhou novo formato ao disponibilizar os conteúdos das aulas que contemplam a matriz de referência do Enem, assim como suas habilidades e competências.

As revisões foram realizadas semanalmente via mediação tecnológica, transmitidas pela TV Antares, Facebook e YouTube do Canal Educação. Foram 32 edições com mais de 30 professores, entre Pré-Enem Seduc/Canal Educação, que formaram a equipe que ministrou aulas de todas as disciplinas. (CCom)

Jogo do Poder