Destaques Geral Local Política

Nova Ceasa pode conquistar bicampeonato em prêmio da ONU

O Piauí concorre ao bicampeonato em um prêmio promovido pela Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (Unece). A partir de um contrato de parceria público-privado (PPP), a Nova Ceasa transformou a realidade de permissionários e usuários do espaço de uma forma inteligente e bem planejada. Isso chamou atenção da Organização das Nações Unidas (ONU), que mais uma vez colocou a distribuidora de alimentos piauiense no rol das melhores do mundo. Dentre 150 projetos, a Nova Ceasa foi selecionada entre as 20 iniciativas que mais se destacaram.

A premiação, que pode levar a Nova Ceasa ao segundo prêmio internacional da ONU, será realizada durante o Fórum Internacional de PPPs, em Genebra, na Suíça, no dia 22 de abril de 2021. Nesta quinta-feira (15), foi lançada a hashtag #PiauiNaONU para que as pessoas fortaleçam a campanha. O encontro reuniu jornalistas para mostrar o potencial mundial que a central de abastecimento representa.

Para Viviane Moura, superintendente da Parcerias e Concessões (Suparc), este é um momento de colocar o Piauí mundo afora em uma vitrine de credibilidade, que é a ONU. “Isso é muito significativo. Isso atrai investidores internacionais, além de fundos de investimentos”, ressalta.

De acordo com Allisson Bacelar, coordenador de Comunicação do Piauí, o trabalho da Suparc foi fundamental para a Nova Ceasa ser reconhecida internacionalmente. “Para buscar sucesso, é preciso buscar as PPPs. E a Viviane tem mostrado isso com excelentes resultados para todo o Estado”, disse.

James Andrade, diretor presidente da Nova Ceasa, afirma que esse é um momento de virada para a Nova Ceasa. “Estamos vivendo em meio a uma pandemia e somos bombardeados, diariamente, com notícias ruins, infelizmente. Estamos convidado vocês para falar do Piauí na ONU, do orgulho que devemos sentir disso e abraçar essa causa que é de nós, piauienses, e de todo Brasil, já que somos o único Estado Brasileiro que estará no Fórum Internacional, em 2021”, acrescentou.

Redação Jogo do Poder