Destaques Geral Local Política

“Montezuma causou rejeição de contas da Prefeitura e deixou de investir R$ 100 milhões na educação”, afirma Fábio Novo

O candidato a prefeito de Teresina pelo PT, deputado estadual Fábio Novo, destacou que em 2016, a prefeitura deixou de investir R$ 100 milhões na educação. “Quem foi responsável por isso? Kleber Montezuma. Ele quem levou Firmino a ser o primeiro prefeito da história de Teresina a ter suas contas rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).

“Quem não está preparado para administrar a Prefeitura de Teresina é quem teve as contas rejeitadas pelo TCE. Vamos lembrar que Teresina tem déficit de 40 creches”, disse o candidato petista. “É justamente R$ 100 milhões que faltam para construir creches. Só 22% das crianças têm acesso a vagas de creches. Que educação boa é essa?”, questiona Fábio Novo.

Discurso antipetista

Disse ainda Fábio Novo que o PSDB tenta implantar um discurso antipetista que funciona, pois o povo vê a trajetória do partido na cidade. “A trajetória do PT colocaria por terra essa estratégia tucana”, ressaltou.

“Teresina elegeu várias vezes o Lula e o governador Wellington Dias. O PSDB deve agradecer muito ao PT. Se não fosse o PT, a gestão do PSDB que já é ruim, seria desastrosa. Se você retira as obras do governo Lula e Dilma, fica pouca coisa. Das seis pontes feitas em Teresina, cinco tiveram a participação dos governos do PT. Foi assim com a chamada ponte do meio da Frei Serafim, a ponte Wall Ferraz e a Estaiada. É bom lembrar que a Estaiada era um esqueleto que os governos do PSDB não conseguiam terminar. E o PT conseguiu, graças a Lula e a Wellington Dias”, destacou.

Carreata

Fábio Novo se disse empolgado com a carreata realizada no domingo, dia 27. O evento foi o ato de abertura da campanha do petista na capital. “Fizemos uma carreata propositiva pela quantidade de carros e motos. Foi muito grande. Foi gigante. O melhor de tudo foi à recepção das pessoas, por onde passamos. Como as pessoas nos acolhiam com bastante carinho. Considero que começamos bem a campanha, com o pé direito. e a tendência de animar a nossa militância que tem muita vontade. Acredito que essa semana vamos intensificar mais e crescer”, disse. (CV)

Redação