Destaques Geral Local Política

Maternidade Evangelina Rosa inaugura melhorias em sua estrutura

Conhecida e reconhecida como Unidade Hospitalar de Alta Complexidade, a Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) está passando por processos de melhorias e reformas, com o objetivo de oferecer uma melhor assistência. A unidade de saúde atende uma média de nove mil grávidas por ano e tem, hoje, aproximadamente 240 leitos entre clínicos e UTI. A maternidade vem se adaptando, ao longo dos anos, com o objetivo de oferecer atendimento à altura de sua marca registrada à população piauiense.

Na noite desta última terça-feira (05), o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, visitou a instituição para acompanhar o processo de melhoria. Na ocasião, foi realizada a inauguração da reforma e modernização da Farmácia, da Central de Resíduos Sólidos e da Ala F.

Na nova Ala F, são quatro enfermarias com 24 novos leitos para atender gestantes, puérperas e bebês do estado. “O espaço possui leitos de alojamentos conjuntos, ou seja, são 48 leitos, sendo 24 para gestantes com 24 leitos de bebês. Com essa nova ala, vai melhorar o atendimento aos pacientes, já que é uma área totalmente nova, com todo equipamento e condição de funcionamento, e irá desafogar a procura, que é elevada”, destacou o médico Francisco Macêdo, diretor da MDER.

O setor da farmácia também passou por uma grande reforma, modernização e ampliação do espaço, com uma integração maior dos setores internos, objetivando intensificar segurança aos pacientes no processo de medicação. O Serviço de Farmácia é responsável pelo fluxo de toda medicação e material médico hospitalar dentro da MDER, que vai desde a aquisição até a distribuição, passando pelo armazenamento, conservação e controle. A farmácia chega a atender cerca de duas mil prescrições por mês.

Outro setor inaugurado foi a Central de Resíduo Hospitalar, o setor é responsável pelo gerenciamento do fluxo de resíduos, além de executar a classificação, segregação, acondicionamento e codificação para armazenamento temporário, até o recolhimento, que é realizado por empresa especializada, e levado para ser tratado e descartado.

Segundo Alisson Alves dos Santos, supervisor de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, o descarte de resíduos possui uma grande importância. “O descarte de resíduos é tão importante na atualidade, que foram criadas várias normas e leis que regulamentam a maneira de realizar corretamente, não só o descarte, mas também o transporte, manuseio e armazenamento de resíduos provenientes de processos industriais e químicos. Na Evangelina Rosa, temos todo esse cuidado com o manuseio, para realizar o descarte da maneira correta”, pontou.

O secretário da Saúde, Florentino Neto, parabenizou a equipe da Evangelina Rosa pelo trabalho que vem sendo realizado e elogiou as reformas. “Estou muito feliz em ver as melhorias de reforma e ampliação feitas nesta instituição. O trabalho em conjunto dos profissionais vem fazendo a diferença no atendimento à população”, ressaltou o gestor.

O diretor da MDER, Francisco Macêdo, finalizou explicando que, somente nos últimos três anos, em sua gestão, a maternidade recebeu mais de cinco milhões em investimentos entre equipamentos e obras. “Além das melhorias que estamos entregando, foram realizadas reformas na ala administrativa, como controle interno, setor de compras, faturamento e recursos humanos”, disse o diretor, que comemora ainda a aquisição de tomógrafo e agora a reforma dos banheiros, já iniciada.

Jogo do Poder

Fonte: Ascom Sesapi