Geral Nacionais Política

Lewandowski dá 48 horas para Anvisa se manifestar sobre documentos da Sputnik V

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski deu 48 horas para que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) apresente documentos “para uma análise definitiva do pedido de autorização excepcional e temporária de importação e distribuição da vacina Sputnik V”.

A decisão atende a ação protocolada pelo Maranhão, governado por Flávio Dino (PC do B-MA), que pede à Anvisa que aprecie com “urgência excepcionalíssima” a nova documentação apresentada pelo estado sobre a vacina Sputnik V.

No requerimento encaminhado, a procuradoria-geral do Maranhão solicita que seja dado prazo de sete dias para que a agência finalize a análise do processo.

No dia 26 der abril, a Anvisa não aprovou os pedidos de importação excepcional e temporária de 66 milhões de doses da vacina pelos estados do Nordeste, alegando que faltam documentos que comprovem a eficácia e a segurança do imunizante. (Com Folha de São Paulo)

Jogo do Poder