Destaques Geral Local Política

Lagoas do Norte inicia projeto de Centro de Tradições para atender comunidades

As atividades tradicionais desenvolvidas na zona Norte de Teresina estão passando por dificuldades, agravadas durante a pandemia. Em conversas com as comunidades da região do bairro Olarias e Vila Apolônia, o Programa Lagoas do Norte identificou a necessidade de fazer um atendimento emergencial às famílias, cujas moradias estão em condições precárias, e projetar uma solução para dar mais oportunidade de desenvolvimento das suas atividades.

Nessas conversas surgiu a ideia da construção de um Centro de Tradições. O espaço está sendo projetado para a produção dos artesãos que trabalham com argila (tijolo, artesanato, produção de filtros, etc), dotado de equipamentos e condições adequadas, além dos espaços para a comercialização tanto do artesanato como os produtos alimentícios plantados nas vazantes e hortas comunitárias. Também devem compor esse centro espaços sociais e comunitários para o desenvolvimento de atividades culturais e infantis.

“Esse projeto está sendo construído em conjunto com as famílias que desenvolvem essas atividades tradicionais. O foco é dar protagonismo a elas. Por isso tudo está sendo pensado para atender a todas as suas necessidades”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do Lagoas do Norte.

Nesta sexta-feira (21), a equipe técnica realizou mais uma reunião com a comunidade para conversar sobre os próximos passos. A equipe de assistentes sociais fará na próxima semana o início dos atendimentos das famílias cadastradas no programa, percorrendo as moradias. A equipe de engenheiros também estará na área para fazer as medições necessárias para o projeto.

Durante o encontro, dona Raimunda Nonata, que trabalhou como oleira na juventude, afirmou o quanto a pandemia tem afetado a comunidade. “Aqui tem tanto jovem com força para trabalhar e agora, que eles não têm trabalho, a gente fica angustiada porque não pode ajudar. A maior satisfação de uma mãe é ver os filhos se arrumando para sair para trabalhar e ganhar o próprio sustento. Então, isso que vocês estão fazendo é uma coisa muito boa”, contou.

Jogo do Poder