Geral Internacionais Política

Kremlin parabeniza jornalista de oposição por Nobel da Paz

O Kremlin parabenizou nesta sexta-feira o editor e jornalista Dmitry Muratov por ganhar o Prêmio Nobel da Paz, apesar de seu jornal Novaya Gazeta ter criticado frequentemente as autoridades russas.

Muratov foi um dos dois jornalistas a receber o Prêmio Nobel da Paz, que este ano homenageou o direito à liberdade de expressão, que o comitê da premiação disse estar sob ameaça em todo o mundo.

“Podemos parabenizar Dmitry Muratov. Ele trabalha persistentemente de acordo com seus próprios ideais, é dedicado a eles, é talentoso e corajoso.” Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, comenta sobre vencedor do Prêmio Nobel da Paz

Sobre Dmitry Muratov, um dos fundadores do jornal independente Novaja Gazeta em 1993, o comitê do Nobel destacou que “há décadas ele defende a liberdade de expressão na Rússia em condições cada vez mais desafiadoras”.

“O jornalismo baseado em fatos e a integridade profissional da Novaja Gazeta a tornaram uma importante fonte de informação sobre aspectos censuráveis da sociedade russa raramente mencionados por outros meios de comunicação. Desde o início do jornal, seis de seus jornalistas foram mortos”, ressaltou a organização, incluindo Anna Politkovskaja.

Crítica feroz do Kremlin, especialmente por sua sangrenta guerra na Chechênia, a jornalista foi assassinada na entrada de casa em 7 de outubro de 2006, mesmo dia do aniversário do presidente Vladimir Putin.

Jogo do Poder

Fonte: Uol