Geral Local Política

Jurity e Novim da Risoleta estão na mira da Justiça Eleitoral por espalharem fake news

Por mais que a Justiça Eleitoral esteja em cima, o pessoal procura dar sempre um jeito de burlar a lei para cometer crimes no tocante a fake News nessa corrida eleitoral, publicando notícias falsas contra adversários políticos ou a favor de quem apoia. É como se observa agora no caso de Francisco José Jurity e Herbert Souza, o Novim da Risoleta, que se utilizam do aplicativo WhatsApp para espalharem notícias falsas contra concorrente do candidato Kleber Montezuma, do PSDB, para a prefeitura de Teresina.

A Justiça Eleitoral já os enquadrou e brevemente vai notificá-los e chamá-los a responder pelos crimes que estão cometendo por propaganda eleitoral difamatória e irregular. Aliás, a dupla é reincidente, o que deve agravar ainda mais a situação de ambos.

Segundo o processo que tramita na Justiça Eleitoral, as duas figuras vêm publicando notícias falsas divulgadas principalmente nas redes sociais. Os boatos têm informações irreais que apelam para o emocional do leitor ou espectador. Fake News, como se sabe, são notícias falsas publicadas em veículos de comunicação como se fossem informações reais.

Conforme a ação eleitoral, o “Novim da Risoleta” tem mantido comportamento irregular reiterado, pelo fato de ser diretamente vinculado à atual gestão da Prefeitura Municipal, em razão de ser detentor de cargo comissionado como assessor de determinado vereador.

Segundo o processo 0600071-50.2020.6.18.0063, ambos podem ser condenados a pagar multa de até 25 mil reais:

Redação