Destaques Geral Local Política

Investimentos em saúde e educação melhoram a qualidade de vida dos piauienses

O principal objetivo das ações do Governo do Piauí é a melhoria da qualidade de vida do povo piauiense. Entre as ações do Estado, está o PRO Piauí, programa de desenvolvimento que tem dois eixos, o social e o econômico. Na parte social, o que recebe o maior número de investimentos é a educação, por meio do PRO Piauí Educação, com mais de 2 bilhões sendo aplicados até o fim do mandato do governador Wellington Dias.

Esse braço do programa atua na melhoria da infraestrutura física e tecnológica das 500 escolas estaduais. Além disso, têm os programas de alfabetização, fundamentais para erradicar o analfabetismo, principalmente para quem não teve acesso à escola, como o Programa de Alfabetização na Idade Certa (PRO Alfabetização na Idade Certa); Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos (Pro Aja), inclusive com incentivo financeiro; além da universalização do ensino técnico e superior por meio da ampliação dos polos da Universidade Aberta do Piauí (Uapi) nos 224 municípios piauienses.

Ainda na área social, tem as ações na Saúde, por meio do PRO Piauí Saúde, em que todos os hospitais da capital e do interior recebem investimentos para reforma, ampliação e equipamentos, melhorando a infraestrutura dessas unidades de saúde e também ampliando a oferta de serviço de média e alta complexidade na rede, tanto de Teresina como dos outros municípios das diferentes regiões do estado.

O maior investimento ocorre na Nova Maternidade de Teresina, que, segundo Rafael Fonteles, já é considerada a maior obra de saúde dos últimos 50 anos no estado do Piauí. Na nova estrutura serão instalados mais de 200 leitos materno infantis. “Essa estrutura será equipada com tudo que há de mais moderno e será a maternidade mais moderna do Norte e Nordeste do Brasil para o atendimento de alta complexidade. Já estamos com 90% da obra executada. E o melhor, a maior parte dos recursos são do Tesouro Estadual. Ao fim, serão mais de R$ 130 milhões investidos, incluindo os equipamentos”, destaca o gestor.

Além da Nova Maternidade de Teresina, tem o Novo Hospital Regional de Picos, que será um centro de referência médica para o atendimento de pacientes de 60 municípios da macrorregião do Vale do Guaribas. A estrutura recebe investimentos de mais de R$ 29 milhões e a previsão de entrega é para 2022.

Também recebem investimentos, os hospitais de Parnaíba, Uruçuí, Corrente, Bom Jesus, Piripiri, São Raimundo Nonato, Oeiras, Floriano e Teresina (HGV, Hospital Infantil e Hospital Natan Portella).

Merece destaque ainda os investimentos para a ampliação no número de leitos de terapia intensiva (UTIs), sobretudo os para atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19; os mutirões de cirurgias; e também equipamentos que ampliam a oferta de cirurgias, principalmente as por videolaparoscopia. Foram entregues aparelhos a algumas unidades que passaram a oferecer esse tipo de procedimento, diminuindo a fila de espera por cirurgias.

Assistência às famílias vulneráveis

Para atender os piauienses com menor renda, sobretudo os que tiveram a situação de pobreza e segurança alimentar agravadas pela pandemia, o Governo do Estado lançou o Cartão PRO Social, que beneficia 15 mil famílias com o valor de R$ 200 mensais.

Além de investimentos em habitação e sistemas de abastecimento de água, dentro do PRO Piauí, o PRO Social prevê ainda, pelo menos, 40 mil pessoas atendidas com ações de inclusão produtiva, acesso ao crédito e geração de renda. O objetivo é buscar alternativas de renda para famílias em situação de pobreza, por meio da oferta e acesso ao crédito por parte dos pequenos produtores rurais e pequenos produtores/empreendedores urbanos.

Fonte: PRO Piauí