Geral Municipios Política

Iaepi articula execução do Sisar Meio Norte a partir de 2022

O Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Iaepi) está articulando para que o Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) Meio-Norte do Piauí comece a executar seus trabalhos a partir de 2022. O Sisar será responsável pelo abastecimento de água, esgoto, tratamento de lixo e resíduos sólidos na zona rural dos municípios de Teresina, União, José de Freitas e Nazária.

Atualmente, 12 associações de moradores integram o Sisar, que já dispõe de R$ 4 milhões para execução das obras. O Iaepi quer que o Sisar Meio Norte atue com a mesma qualidade que o Sisar do Sul do Piauí.

“O Sisar da região Sul possui uma gestão integrada, com a participação de associações de moradores e comunidades rurais, e tem tido muito bom desempenho. O sucesso é tão grande que decidimos incentivar a criação de um outro sistema na região Norte”, afirma Magno Pires, presidente do Iaepi.

O Sisar é um organização não-governamental (ONG) sem fins lucrativos criada em 2004, por 13 associações comunitárias da zona rural de municípios da região de Picos. A missão da ONG é garantir a operação e manutenção dos sistemas de abastecimento de água e esgoto.

Atualmente, o Sisar possui 59 associações comunitárias filiadas, com 56 sistemas em operação, sendo 51 comunidades rurais e cinco na zona urbana, totalizando 15.722 ligações de águas ativas e 3.624 ligações de esgoto ativo (fossas sépticas), beneficiando 58 mil pessoas.

Um dos parâmetros que mede a alta eficiência da ONG é a inadimplência de apenas 1,35% (dado de setembro de 2021, o mais recente).

Em 2021, o Sisar conseguiu, com recursos próprios e com doações do Projeto Aliança Água mais Acesso e em parceria como a Fundacion Atina e o Instiuto Coca-Cola, concluir a construção da sede própria com dois pavimentos. O espaço possui auditório, laboratório para controle de qualidade da água, almoxarifado e galpão de equipamentos.

Os municípios atendidos pelo Sisar Sul, atualmente, são: Francisco Santos, Paquetá, Picos, Campo Grande do Piauí, Tanque do Piauí, Inhuma, Alagoinha, Jaicós, Canabrava, Bocaina, São José do Piauí, São João da Canabrava, Santana do Piauí e Dom Expedito Lopes.

Fonte: Iaepi