Destaques Geral Local Política

HUT promove conscientização sobre HIV e Aids

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) promoveu na manhã dessa sexta (17/12) palestra em prol da Campanha Dezembro Vermelho que marca o mês de luta e conscientização contra HIV/AIDS.

A ação da Unidade de Educação Continuada (UEC) foi direcionada para servidores, usuários, visitantes e acompanhantes com a proposta de chamar atenção para as medidas de prevenção e assistência, vez que indicadores de 2021 do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) registraram 43 casos de pacientes com HIV/AIDS entre pacientes internados na Unidade Hospitalar, sendo 31 homens e 12 mulheres. Dados do Ministério da Saúde apontam que no Piauí houve um aumento de 1.830% de casos na última década (2010 a 2019).

Apesar de andarem juntos, HIV e AIDS não são a mesma coisa. Uma pessoa, após ter sido infectada pelo vírus HIV, pode permanecer muitos anos sem desenvolver nenhum sintoma. A AIDS é a manifestação do vírus, o estágio mais avançado da infecção pelo HIV e surge quando a pessoa apresenta infecções oportunistas devido à baixa imunidade ocasionada pelo vírus. Explica Roseanne Nunes, enfermeira e especialista no assunto.

Fábio Marcos, diretor geral do HUT ressalta que quanto mais informações as pessoas recebem, mais conscientes e propagadoras elas podem ser tornar. “Quando falamos em AID/ HIV, sabemos que a prevenção é o melhor remédio. Porém, muitas pessoas não têm acesso à informação correta, por isso, fizemos esta roda de diálogo e distribuição de preservativos para que possamos disseminar o conhecimento para pacientes, parentes e amigos”, explica.

Para evitar a transmissão da AIDS, recomenda-se o uso de preservativo durante as relações sexuais. Outras formas de prevenção são a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), uma medida de urgência que protege apenas contra o vírus HIV e que pode ser usada após uma relação sexual desprotegida; e a Profilaxia Pré-Exposição (PREP), medicação para uso diário pela população-chave, como profissionais do sexo e casais sorodiferentes.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza a distribuição gratuita de preservativos, para ter acesso, basta se dirigir aos estabelecimentos públicos de saúde, além de ofertar consultas, exames e medicamentos gratuitamente para pessoas convivendo com AIDS/HIV através do Serviço de Atendimento Especializado localizado no Centro de Saúde Lineu Araújo.

Fonte: HUT