Destaques Geral Local Política Video

Hospital Infantil ampliará serviços de pediatria após obras de reforma e ampliação

A unidade terá quase a duplicação da quantidade de leitos de terapia intensiva pediátrica, ampliação do centro cirúrgico, nova área de enfermaria e toda uma nova dinâmica de funcionamento.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto; o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, e o diretor do Hospital Infantil Lucídio Portella (HILP), Vinícius Pontes, acompanharam, nessa segunda-feira (19), o andamento das obras de melhoria estrutural que estão sendo realizadas no HILP.

Florentino Neto destaca a importância das obras e melhorias que vem sendo realizadas na unidade e o que elas representam para todos os piauienses que são atendidos no Hospital Infantil. “São 15 milhões de reais para garantir uma grande reforma e ampliação nessa unidade. Uma quase duplicação da quantidade de leitos de terapia intensiva pediátrica, ampliação do centro cirúrgico, nova área de enfermaria e toda uma nova dinâmica de funcionamento, respeitando a nova realidade e capacidade”, explica o gestor.

O diretor da unidade, Vinícius Pontes, destaca que as obras farão com que o Governo do Estado entregue para a sociedade um Hospital Infantil Lucídio Portella totalmente reconstruído, que irá aumentar a capacidade de atuação. “Passamos por adequações que vão além de reformas, mas também por ampliações da capacidade de funcionamento. Tivemos toda a parte elétrica e hidráulica trocada; implementação de novas tecnologias; nova mobília e ampliação de serviços ofertados. Com isso, o Hospital Infantil mais uma vez se consolida na sociedade como maior centro de média e alta complexidade na área da pediatria no meio norte do estado”, destacou o gestor.

O secretário de Estado da Fazenda e coordenador do programa PRO Piauí destaca que a conclusão das obras fará com que a prestação de serviços de saúde no setor da pediatria do estado evolua para um novo patamar. “São mais de 15 milhões de reais em sua totalidade, com mais da metade sendo proveniente do Tesouro Estadual e a outra parte de emendas federais. Essa obra irá melhorar o padrão de atendimento das nossas crianças no que diz respeito à alta complexidade”, destacou Rafael Fonteles.

Redação Jogo do Poder