Destaques Geral Local Política

Ginásio Verdão retomará as atividades em 2022

Desde 2019, o tradicional Ginásio Verdão vem sendo gerido por meio de uma Parceria Público Privada (PPP). O projeto está implementando uma série de reformas que beneficiarão milhares de atletas de diferentes modalidades, com a transformação do espaço em uma arena multiuso, com foco na realização de atividades desportivas e também outros eventos, como as tradicionais revisões do Enem.

Devido à pandemia da Covid-19, as atividades no espaço tiveram que ser suspensas, mas as obras já foram retomadas e o ginásio será reaberto em 2022. Apesar disso, o espaço não ficou inutilizado, pois as ações da PPP já haviam possibilitado melhorias no local que foram cruciais na implantação do Hospital de Campanha do Verdão,  que funcionou por quatro meses e ajudou a salvar a vida de 500 piauienses durante o pico da doença, em 2020, no estado.

A melhoria na infraestrutura, por meio da PPP, também possibilitou visitas virtuais no Hospital de Campanha do Verdão. Com tablets e Wi-Fi disponibilizada pela Piauí Conectado, os familiares dos pacientes internados ficavam nas cabines de transmissão do ginásio e realizavam as televisitas aos pacientes.

O projeto foi estruturado pela Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), com o objetivo de melhorar a infraestrutura e garantir manutenção e operação de qualidade do ginásio, com previsão de investimentos superiores a R$ 6 milhões ao longo de 20 anos. A PPP garante que o parceiro privado deve fomentar eventos e práticas esportivas, buscando integrar escola e comunidade para que o Ginásio Verdão seja um grande polo de atividades também de educação, cultura e lazer. O projeto contempla atender desde o esporte educativo até o esporte de alto rendimento.

O investimento da concessionária tornará o Verdão mais apropriado para atender todos os tipos de demandas dos setores de esporte. A revitalização do equipamento atingirá diretamente as federações esportivas do Piauí que ganharão salas especializadas e serão prioridade na utilização do equipamento. A PPP também prevê um plano de formação de atletas específico para os alunos da rede pública estadual viabilizando a prática esportiva profissional para inúmeros jovens do Estado.

“Vemos nessa PPP, que agora está sendo retomada com toda força, uma oportunidade de inserir a cidade de Teresina na rota dos grandes eventos de esporte e, com isso, estimular a cultura desportiva na sociedade. O projeto, além de todos os outros benefícios, ainda reduz despesas do governo com a manutenção do ginásio, que giram em torno de R$ 727 mil por ano”, comenta Viviane Moura, superintendente da Suparc.

A concessão de ginásios públicos à iniciativa privada é uma tendência que vem ocorrendo em todo o Brasil. O Governo de São Paulo contratou, em 2019, uma PPP para um dos ginásios mais conhecidos do país, o Ibirapuera, e os frequentadores dizem que sentiram diferença para melhor na manutenção e, principalmente, na segurança e limpeza. Em estados como Santa Catarina e Rio Grande do Sul os próprios municípios estão apostando na concessão de ginásios.

Fonte: Suparc