Destaques Geral Local Política

Fábio Novo aponta incompetência da prefeitura de Teresina na gestão do transporte público

O candidato a prefeito de Teresina pelo PT, deputado estadual Fábio Novo, voltou a criticar a gestão do PSDB na capital, dessa vez por conta da má prestação de serviços destinada à população usuária do transporte público. Para piorar, motoristas e cobradores voltaram a cruzar os braços denunciando descumprimento de acordo do setor patronal, principalmente no que concerne a atraso de pagamentos de ticket alimentação, plano de saúde e de ausência de medidas sanitárias para prevenção dos trabalhadores e dos usuários contra o novo coronavírus.

Segundo Fábio Novo, a população de Teresina não tem um dia de paz e já amanheceu esta terça-feira, 13 de outubro, tendo que enfrentar mais uma greve no setor de transporte. Ele aproveitou para criticar a má gestão do PSDB nessa área e se referiu ao sistema de integração “que não integra nada”.

“É muita incompetência, falta de zelo com a coisa pública, é dar de ombros pras necessidades do usuário e dos trabalhadores”, lamentou. O candidato lembrou que a prefeitura de Teresina recebeu meio bilhão de reais para fazer a integração no sistema.

“Como pode uma Prefeitura receber tanto dinheiro pra fazer uma integração que não integra nada? Só fez piorar o transporte público, com menos ônibus nas ruas e mais insatisfação para os trabalhadores rodoviários – tanto que estão grevando novamente. É muita incompetência, falta de zelo com a coisa pública, é dar de ombros pras necessidades do usuário e dos trabalhadores, assinalou.

Ainda sobre a integração, Fábio Novo observou que em vez de abrir corredores, a prefeitura espremeu avenidas e construiu “trambolhos na cidade”, referindo-se aos terminais de ônibus. “Eu não consigo compreender como é que a prefeitura recebe meio bilhão de rais e consegue piorar piorar o sistema de transporte público”, reiterou.

Redação