Destaques Geral Local Política

Escola utiliza arte para informar sobre o Dia da Consciência Negra

Unindo atividades musicais, poesia e informação, os estudantes do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Edgar Tito, localizado no bairro Memorare, zona norte de Teresina, desenvolveram o projeto “Consciência Negra: A cor dessa cidade sou Eu”. As atividades do centro de tempo integral foram organizadas pelas professoras da área de linguagem e ocorreram, nessa quinta-feira (2), no pátio da escola.

Segundo a diretora Gizonha Cunha, o projeto foi pensado para ampliar as discussões e informar sobre a cultura de origem africana. “As atividades idealizadas em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado em todo o país no dia 20 de novembro, tiveram como objetivo suprir a necessidade de dialogar sobre as questões referentes à historicidade do legado da cultura afrodescendente”, enfatizou.

Entre as atividades realizadas pelos estudantes do Ensino Médio foram organizadas apresentações artísticas como dança, capoeira, telas de pintura, banners informativos e textos diversos, todos produzidos durante o período de aulas.

Foram apresentados a culinária de origem africana e que compõe os pratos típicos brasileiros e o encerramento com o desfile que teve o objetivo de valorizar os costumes e a beleza de origem afro-brasileira.

No evento, aberto à comunidade escolar, aconteceu também uma palestra proferida pelo professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Claudio Melo. O palestrante abordou temas relacionados à captura e envio de africanos escravizados ao território brasileiro e o reflexo social da discriminação sofrida pela população negra no Brasil, desde então.

Jogo do Poder

Fonte: Ascom Seduc