Geral Municipios Política

Equipamentos para alfandegamento da ZPE de Parnaíba estão em processo de aquisição

Vereador Carlson Pessoa (centro), presidente da Câmara Municipal de Parnaíba

Informação foi confirmada pelo residente da Investe Piauí e da ZPE Parnaíba, Victor Hugo Saraiva.

O presidente da Investe Piauí e da ZPE Parnaíba, Victor Hugo Saraiva, e o vice-presidente da ZPE, Paulo Roberto Cardoso, participaram, nessa segunda-feira (19), de uma audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Parnaíba sobre os planos do Governo do Estado em relação à zona de exportação piauiense e outros projetos de infraestrutura como o Porto de Luis Correia. A audiência pública foi convocada pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Carlson Pessoa, e teve ativa participação dos vereadores.

Na ocasião, os gestores explicaram que a mudança faz parte das estratégias de desenvolvimento comandadas pelo governador Wellington Dias e o secretário da Fazenda, Rafael Fonteles, e veio para fortalecer o projeto da ZPE Parnaíba, aglutinando outros grandes investimentos por meio da nova empresa.

Segundo Victor Hugo, a Investe Piauí foi criada nos moldes da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Adece), responsável por todos os grandes projetos estruturantes daquele estado. Ele explicou ainda que a criação da nova empresa não gerou qualquer despesa de custeio para o Estado, uma vez que a Investe Piauí ocupa a mesma estrutura da ZPE Parnaíba.


Victor Hugo Saraiva, presidente da Investe Piauí e da ZPE Parnaíba

Os vereadores presentes fizeram questionamentos, os quais foram respondidos pelo presidente e vice-presidente da ZPE. Na ocasião, os dois esclareceram que nunca esteve em pauta a extinção da ZPE Parnaíba, e que a única alteração foi a renomeação da empresa administradora da ZPE, que passa a ser Investe Piauí com uma missão muito maior, que é cuidar de todos os projetos de infraestrutura econômica do Estado do Piauí, onde se inclui ZPE, o Porto de Luís Correia, os distritos industriais ou empresariais em todo o Piauí, o Distrito Tecnológico de Teresina, entre outros grandes empreendimentos da área de desenvolvimento econômico.

Todos os vereadores presentes à seção manifestaram votos de sucesso à Investe Piauí, se colocando à disposição do Governo do Estado no que for necessário à conclusão da última etapa de implantação da ZPE Parnaíba, que é o alfandegamento. Sobre esse estágio, Victor Hugo e Paulo Cardoso esclareceram que a demora vem sendo consequência das restrições impostas pela antiga legislação alfandegária. Entretanto, eles disseram que o quadro mudou e a legislação nova passou a permitir o alfandegamento apenas da área afetada à Receita Federal, onde se processarão as operações de embaraçamento e desembaraçamento aduaneiro. Com isso, em vez de ter que alfandegar 30 hectares, o governo terá que estruturar apenas 10 hectares, tornando o projeto viável.


Paulo Roberto Cardoso, vice-presidente da ZPE Parnaíba

Vitor Hugo Saraiva explicou que devido à flexibilização das regras de alfandegamento pela Receita Federal, finalmente o Governo do Estado, por meio da Investe Piauí, está concluindo o processo licitatório para a aquisição de todos os equipamentos necessários ao alfandegamento. Paulo Cardoso e Victor Hugo agradeceram aos vereadores a oportunidade de fazerem os esclarecimentos e facultaram ao presidente do Legislativa, vereador Carlson Pessoa, que indique um vereador para fazer o acompanhamento de perto das ações da Investe Piauí quanto aos projetos no litoral do Piauí.

Jogo do Poder